Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

PEC

Peemedebistas divergem sobre redução da maioridade penal no Congresso Nacional

Os dois senadores paraibanos do PMDB, José Maranhão e Raimundo Lira, e o deputado federal Hugo Motta expuseram nesta segunda-feira (29), suas opiniões acerca re

Por

Os dois senadores paraibanos do PMDB, José Maranhão e Raimundo Lira, e o deputado federal Hugo Motta expuseram nesta segunda-feira (29), suas opiniões acerca redução da maioridade penal para 16 anos, que está sendo discutida no Congresso Nacional.

Atualmente tramita na Câmara uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz de 18 para 16 anos a idade penal para os crimes considerados graves. A proposta deve começar a ser votada ainda hoje, de acordo com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

O senador José Maranhão acredita que é necessário "criar estabelecimentos adequados para menores infratores, para menores envolvidos em crimes". O senador teme que a convivência entre os adolescentes e os infratores maiores de idade crie "uma escola de criminalidade, ao contrário de ser uma escola de recuperação, de punição".

Maranhão destaca que os estabelecimentos penais para os maiores de 16 anos "tem que ter, sobretudo, essa tônica de recuperação do menor infrator".

Já o senador Raimundo Lira afirmou que ainda não tem uma opinião absolutamente definida, pois o que almeja é uma alternativa boa para a população. Lira destacou que está buscando ouvir a opinião da população e também de igrejas, de organizações não governamentais para encontrar uma boa solução para o caso, tendo em vista que "não existe nada que seja absolutamente certo, nem absolutamente errado".

Raimundo Lira pretende chegar a uma alternativa "que atenda as expectativas da população e ao mesmo tempo, encontrar uma solução que reduza a violência no país, que está insuportável, que está incomodando e é um desconforto para toda população brasileira".

Já o deputado federal Hugo Motta acredita que a proposta que foi apresentada e aprovada na Câmara Federal está de acordo com o que a sociedade está esperando, já que prevê a redução da idade penal para os que cometem crimes hediondos. O deputado enxerga esta PEC como "uma proposta que é simpática àquilo que a sociedade espera do congresso neste momento difícil que enfrentamos".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

PGR pede prorrogação de inquérito contra Aécio Neves no Supremo

Prefeito cria lei que aumenta gastos em Picuí com criação de cargo e aumento de salários

Médicos fazem no sábado exame para validar diploma obtido no exterior

Ex-ministro de Direitos Humanos lança livro nesta sexta-feira em João Pessoa