Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Eleições

Veneziano diz que iniciativa de diálogo deve partir de João Azevêdo e aguarda convite para definir atuação do MDB em 2022

Veneziano declarou que "o fato é que faz sete meses que nós não conversamos, eu e o governador João Azevêdo. Fato 2: eu não sou o candidato"

Apesar da falta inicial de diálogo, Veneziano não fechou as portas para o contato político do governador (Foto: Walla Santos)

Por

O senador Veneziano Vital voltou a cobrar diálogo e reunião com o governador João Azevêdo. Em entrevista à rádio Campina FM na manhã desta segunda-feira (06), conforme acompanhou o ClickPB, Veneziano declarou que segue aguardando convite de João Azevêdo para afinar os ponteiros e definir o posicionamento do MDB nas próximas eleições, em 2022.

"Não podemos subverter [a ordem das ações]. Seria do governador o contato a dizer: 'Veneziano, vamos conversar sobre o MDB'", declarou Veneziano. Ele ainda disse que as Eleições estão próximas e não se sente confortável em somente ser chamado para cumprir tabela, mas sim quer ser participante ativo nas formatações de aliança.

Veneziano declarou que "o fato é que faz sete meses que nós não conversamos, eu e o governador João Azevêdo. Fato 2: eu não sou o candidato. Quando eu fui candidato ao executivo municipal, quem buscava os apoiadores, as alianças com os partidos, seria eu". O senador ainda disse que "a agenda do governador João Azevêdo, de acerto às suas obrigações, não tem permitido que ele converse. Não sei se só comigo". Ele comentou ainda que "de fora, a gente percebe que outras interlocuções, outros contatos inclusive com possíveis novos aliados vem se repetindo e se reiterando. Conosco não tem sido".

Apesar da falta inicial de diálogo, Veneziano não fechou as portas para o contato político do governador, mesmo afastando de si a iniciativa para chamar João Azevêdo para uma reunião. "Em nenhum momento, não houve quaisquer indisposições de minha parte. Agora, eu não recebi nenhum chamamento. E quero aqui renovar: não é que esse chamamento não possa ser feito por mim. Mas quem faz a condução de um processo não sou eu, é aquele que está apresentado como postulante. A condução de um processo no qual existe um candidato postulante é do governador João Azevêdo".

O senador fez questão também de destacar que "nós fomos os primeiros, como agente político local, a falar sobre a reeleição do governador João Azevêdo. A posteriori, é que o próprio João disse que poderia ser candidato. Nunca faltou, de minha parte, dos meus companheiros, a correção para com as ações políticas e administrativas do governador João Azevêdo". Veneziano reconhece que foram eleitos juntos, com parceria e amizade e ressalta que continua tendo os mesmos sentimentos. Além disso, ele também declarou que no campo administrativo continua em consonância com as demandas do Estado.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

TCE rejeita recurso de Ricardo Coutinho e mantém reprovação de contas referentes a 2017

PT condiciona apoio a Veneziano ao Governo do Estado a palanque exclusivo para Lula e candidatura de Ricardo Coutinho ao Senado

Nilda Gondim quer que Veneziano dispute ao governo da Paraíba em 2022: “de um modo particular, eu torço sim”

Prefeito de Catolé do Rocha e seu grupo político declaram apoio a pré-candidatura de Murilo Galdino para deputado federal