Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Religião

Editoria sobre Religião ir para editoria →

Vaticano

Candidato a 'padroeiro da internet', jovem será beatificado na Itália

Corpo de Carlo Acutis, adolescente morto de leucemia aos 15 anos, em 2006, ficará exposto aos fiéis até 17 de outubro. O Vaticano atribui a ele um milagre ocorrido em Mato Grosso do Sul.

Corpo de Carlo Acutis, que será beatificado em 10 de outubro, fotografado durante cerimônia em Assis, na Itália, em 10 de janeiro — (Foto: IPA/Sipa USA)

Por

Um santuário na região da Úmbria, no centro da Itália, iniciou nesta quinta-feira (1º) a visitação ao corpo de Carlo Acutis, jovem morto por leucemia em 2006 e que é chamado por alguns fiéis de "padroeiro da internet". Ele será beatificado em 10 de outubro.

Em bom estado de conservação — o Vaticano afirma que os restos mortais de Acutis foram "recompostos", mas não deu detalhes sobre o processo —, o corpo do jovem deverá receber cerca de 3 mil peregrinos no Santuário do Despojamento, em Assis.

Nascido em Londres, Acutis é chamado de "padroeiro da internet" porque usava as redes para evangelizar e tinha conhecimento de ciência da computação muito acima da média para garotos da idade. Ele tinha 15 anos quando morreu de leucemia, em 2006.

"Este rapaz foi realmente genial e muitos aspectos da sua vida representam para nós um incentivo", disse o bispo de Assis, Dom Domenico Sorrentino, ao site de notícias do Vaticano.

A veneração a Acutis terminará em 17 de outubro, quando a sepultura será fechada. Por causa da pandemia, a diocese local afirmou que espalhará telões em várias partes da cidade de Assis.

Milagre no Brasil

O Vaticano reconheceu em 2019 um milagre atribuído a Acutis no Brasil em 2010. Uma criança com problemas graves de saúde teria se curado depois que um avô tocou as roupas de Acutis expostas em uma paróquia de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.

"A criança, me lembro bem, estava raquítica e tinha problemas de pâncreas anular. Ela não comia nada, não ingeria nem sólido nem líquido e teve a cura logo depois", afirmou o padre Marcelo Tenório, em entrevista ao G1 MS em novembro do ano passado.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Papa Francisco nomeia brasileiro como maestro-diretor da Capela Sistina

Conta do Papa no Instagram é investigada pelo Vaticano após curtir foto de modelo brasileira

Após sentir cansaço, padre é internado e descobre suposta reinfecção pela Covid-19 em João Pessoa

Papa Francisco elogia Fiocruz e diz que pandemia evidenciou o 'vírus da indiferença'