Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Saúde

Editoria sobre Saúde ir para editoria →

Do Trauma

Bebê que teve pés queimados durante banho em hospital de Itabaiana recebe alta médica

O Hospital Regional de Itabaiana afastou, na terça-feira (16), a técnica de enfermagem apontada como responsável pelas queimaduras nos pés de um bebê durante um banho.

Bebê teve pés queimados durante banho no Hospital de Itabaiana e técnica de enfermagem foi afastada (Foto: Divulgação)

Por

O bebê que teve os pés queimados durante banho no Hospital Regional de Itabaiana recebeu alta médica do Hospital de Trauma de João Pessoa, para onde foi transferida para o tratamento das queimaduras. A liberação foi dada no sábado (20), segundo confirmação da assessoria da unidade de saúde feita ao ClickPB, nesta quarta-feira (24).

Funcionária foi afastada

O Hospital Regional de Itabaiana afastou, na terça-feira (16), a técnica de enfermagem apontada como responsável pelas queimaduras nos pés de um bebê durante um banho. O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil na semana passada.

"O hospital lamenta o incidente e informa que a técnica de enfermagem foi afastada desde ontem, 16 de abril", informou a instituição, através da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde, em comunicado enviado ao ClickPB.

Segundo informou o pai da criança em depoimento à polícia, seu filho estava internado tratando problemas respiratórios. Na segunda-feira (15), uma funcionária do hospital teria levado a criança para tomar banho.

No entanto, quando o bebê voltou, a mãe percebeu que ele estava com queimaduras na altura dos pés e tornozelos.

Depois da constatação das queimaduras, o bebê foi transferido até o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. Ele passou por tratamento das queimaduras e do problema respiratório.

O delegado Felipe Castelar informou ao ClickPB que a lesão corporal culposa é condicionada á representação. Como o pai decidiu não representar criminalmente contra a funcionária, não será aberto um inquérito para investigar o caso. O pai da criança informou à polícia que pretende acionar somente judicialmente na área cível.

"Ele deu entrada no Hospital Regional de Itabaiana no dia 13 de abril para um tratamento respiratório. E o fato ocorreu por volta das 4h do dia 15, quando o pai foi chamado no hospital e informaram para ele que a criança estava com queimaduras nos pés. A mãe estava com a criança. Consta no boletim de ocorrência que ele não deseja representar criminalmente contra a pessoa. A família é de Mogeiro", informou o delegado Felipe Castelar ao ClickPB.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Paraíba tem primeira transmissão de HIV de grávida para filho após três anos sem caso do tipo

Paraíba tem queda de 39% nos casos de HIV/Aids e maioria dos infectados está em JP e Campina Grande

Vice-presidente do CRM, que acumula cargos nas prefeituras de CG, Ingá e Queimadas, é alvo de inquérito civil

Servidores do Trauma recebem pagamento da rescisão na próxima semana