Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Tecnologia

Elon Musk fecha acordo para comprar Twitter

Fundada em 2006, a plataforma tem mais de 217 milhões de usuários mensais e foi adquirida pelo bilionário por cerca de US$ 44 bilhões.

Logo do Twitter e página de Elon Musk na rede social. (Foto: REUTERS/Dado Ruvic)

Por

O Twitter anunciou nesta segunda-feira (25) que fechou um acordo definitivo para ser comprado pelo bilionário Elon Musk numa transação estimada em US$ 44 bilhões (cerca de R$ 215 bilhões).

Com a compra, segundo o Twitter, a companhia passa a ser uma companhia de capital fechado.

Fundada em 2006, a plataforma tem mais de 217 milhões de usuários mensais e foi adquirida pelo bilionário por cerca de US$ 44 bilhões.

Pelo acordo, os acionistas vão receber US$ 54,20 em dinheiro por cada ação comum, o que significa um prêmio de 38% sobre o preço dos papéis em 1º de abril. Após o anúncio, as ações da companhia operam em alta de 6% no mercado.

"A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento e o Twitter é a praça da cidade digital onde assuntos vitais para o futuro da humanidade são debatidos", afirmou Musk em comunicado sobre a aquisição.

Elon Musk em foto de arquivo, de 19 de janeiro de 2020. — Foto: AP Foto/John Raoux

Parag Agrawal, CEO atual a rede social, também adotou tom otimista para falar do momento. "O Twitter tem um propósito e relevância que impacta todo o mundo. Estou profundamente orgulhoso de nossas equipes e inspirado por um trabalho que nunca foi tão importante", afirmou Agrawal.

Fundador da SpaceX e Tesla, Musk prometeu melhorias à rede social após a aquisição.

"Quero tornar o Twitter melhor do que nunca, aprimorando o produto com novos recursos, tornando os algoritmos de código aberto para aumentar a confiança, derrotando bots de spam e autenticando todos os humanos", afirmou o homem mais rico do mundo.

Segundo o bilionário, a rede social tem um "potencial tremendo" é deve ser uma espécie de "arena" de defesa para a liberdade de expressão.

Transação

Há duas semanas, Elon Musk fez uma oferta de US$ 43 bilhões (cerca de R$ 205 bilhões) em dinheiro para assumir o controle total da rede social.

Inicialmente, a negociação foi rechaçada por acionistas e o conselho chegou a adotar o mecanismo de "poison pill" ("pílula do veneno", em tradução livre) para frear a investida do bilionário.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Jovem é aprovado em 28 universidades nos Estados Unidos por habilidades no jogo on-line Fortnite

Rocha atinge Júpiter com força de 2 milhões de toneladas de TNT e provoca maior clarão já visto desde 1994

Filha de Elon Musk pede para mudar de nome para cortar relação com o pai bilionário

Luva de Pedreiro desabafa, anuncia pausa nos vídeos e preocupa fãs