Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Tecnologia

Editoria sobre Tecnologia ir para editoria →

Oportunidade

Leilão da Receita tem MacBook por R$ 2,1 mil, iPhone 11 'barato' e mais

Leilão da Receita Federal no Ceará também tem celulares Xiaomi, notebooks Lenovo e outros produtos eletrônicos.

iPhone 11, que custa R$ 5.699, tem preço mínimo de R$ 1.800 no leilão. (Foto: Reprodução/Receita Federal)

Por

A Receita Federal do Ceará está com leilão aberto para venda de mercadorias apreendidas com preços abaixo do varejo nacional. Os lotes incluem MacBook de 12 polegadas (A1534), cujo lance inicial está em R$ 2.100 – para efeito de comparaçã, o modelo tem preço de R$ 10.340 no mercado. Já um iPhone 11 de 64 GB, que custa R$ 5.699 na loja da Apple, pode sair por R$ 1.800 no leilão público.

É importante lembrar que os valores são relativos às ofertas iniciais aceitas pela Receita Federal. O órgão recebe propostas de compra até dia 9 de dezembro, às 18h, e realizará o pregão no dia 10, às 9h. O processo pode ser feito online, mas a retirada do produto deve ser feita pelo comprador, seja de forma presencial ou pagando por seu transporte. Os produtos não têm garantia de fábrica e a Receita não garante seu funcionamento.

MacBook de 12" na caixa tem lance a partir de R$ 2.100 no leilão da Receita Federal — Foto: Reprodução/Receita Federal

O MacBook, que inicialmente sai por R$ 2.100, está no lote 4. Há outros dois lotes com o notebook da Apple: o 12, que tem MacBook Pro de 15 polegadas por R$ 3 mil no lance mínimo, e o lote 36, que reúne um MacBook Air de 13 polegadas, uma mesa de notebook e um cartucho HP e tem preço inicial de R$ 2 mil. Considerando apenas os computadores, caso fossem comprados no mercado nacional, os itens não sairiam por menos de R$ 10 mil.

Os três lotes com MacBooks podem ser arrematados tanto por pessoa física quanto jurídica. No entanto, existem casos em que apenas empresas podem participar do leilão, como por exemplo o lote 77. Nele, é possível encontrar 387 itens entre toners de impressora, modem, roteador, fonte e processador.

O iPhone 11 pode ser adquirido nos lotes 1, 5, 6, 7 e 30, com lances iniciais que variam de R$ 1.800 a R$ 4 mil. Este último lote também inclui um iPhone 11 Pro Max, além de vários perfumes. No total, são 32 lotes apenas de celulares e acessórios, fora os combos em que os smartphones estão com outros produtos. Para quem não é fã marca da maçã, o lote 46 traz dois smartphones Xiaomi - um MI 9 e um Pocophone, ambos de 128 GB - por R$ 2 mil. Se comprados juntos de forma convencional, os dispositivos custariam pelo menos R$ 5.300.

O leilão ainda conta com diversos microfones, notebooks Lenovo, Apple Watch, hoverboard, medidor de precisão, roteador, modem, carregador de celular e vários outros equipamentos eletrônicos.

Produtos podem ser avaliados pessoalmente

Os lotes encontram-se em diferentes locais do Ceará. As mercadorias estão dividas entre o depósito do aeroporto de Fortaleza, a alfândega de Fortaleza, o Porto de Pecém e a delegacia da Receita Federal em Juazeiro do Norte. Por isso, caso participe do leilão, é necessário ficar atento ao local de retirada dos produtos arrematados.

Os interessados podem examinar os itens pessoalmente, mediante agendamento telefônico. Os endereços, telefones e horários de atendimento estão disponíveis no edital do leilão.

Como participar do leilão

O primeiro passo para participar do leilão é enviar sua proposta de compra online, o que, neste caso, deve ser feito até 9 de dezembro. No dia da sessão pública, as ofertas serão organizadas em ordem decrescente. Se houver apenas uma proposta válida, o proponente arremata o leilão.

Caso haja mais propostas válidas, a pessoa que deu o maior lance e os que fizeram oferta de valor até 10% menor ao da maior proposta continuam nos lances, até que alguém arremate o lote. Para participar do leilão da Receita Federal é necessário ter certificado digital válido, seja ele como pessoa física ou jurídica.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Arqueólogos descobrem sinais de meteorito que pode ter originado história de Sodoma e Gomorra

Meteoro explode sobre a fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai

iPhone 13: Apple começa pré-venda no Brasil; veja os preços

Cão robô armado com rifle: empresa mostra equipamento nos EUA