Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Televisão

Editoria sobre Televisão ir para editoria →

Caso Nardoni

Autores de filmes do caso Von Richthofen preparam série sobre o assassinato de Isabella Nardoni; família quer impedir

Produção estaria em negociação com uma plataforma de streaming, ainda sem data para realização.

Isabella, Alexandre Nardoni e Anna Carolina (Foto: REPRODUÇÃO)

Por

Depois dos crimes de Elize Matsunaga e Suzane von Richthofen, outro crime que chocou o país promete bombar nas telas. Mas, antes, pode enfrentar uma batalha judicial.

Raphael Montes e Ilana Casoy, os autores dos filmes sobre o caso Richthofen — intitulados A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou meus Pais —, estão desenvolvendo uma série sobre o caso de Isabella Nardoni. No entanto, a família Nardoni não pretende deixar o caso ser relembrado.

A produção, que terá inicialmente seis episódios, pretende abordar a morte da menina de 5 anos de idade, Isabella de Oliveira Nardoni, jogada do sexto andar de um prédio no distrito da Vila Guilherme, em São Paulo, na noite de 29 de março de 2008.

O caso de Isabella ganhou grande repercussão e gerou comoção nacional. Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da criança, respectivamente, foram condenados por homicídio doloso qualificado.

De acordo com o que foi constatado no julgamento do casal, Isabella foi arremessada do sexto andar do apartamento onde o pai morava com Anna Carolina e os dois filhos do casal. Inicialmente, a dupla disse que o crime havia sido cometido por um invasor, mas provas periciais puseram o pai e a madrasta na cena do crime.

Para a Justiça, portanto, ficou claro que Anna Carolina enforcou Isabella, enquanto o pai, Alexandre Nardoni, cortou a tela de proteção do apartamento e jogou o corpo da própria filha.

Agravante

O casal foi condenado por homicídio triplamente qualificado. Alexandre Nardoni foi condenado a 31 anos e um mês de prisão. Já Anna Carolina pegou 26 anos e oito meses. A Justiça entendeu que o parentesco entre Alexandre e a vítima era uma agravante.

O último segredo do caso Nardoni

A série pretende ouvir todas as testemunhas envolvidas no caso, inclusive o pai e a madrasta. No entanto, a família de Alexandre, que é composta de advogados, pretende impedir na Justiça a produção da série, pois ficou muito marcada pelo ocorrido. Não quer relembrar o caso.

Com bom comportamento e trabalhando dentro do presídio, Alexandre Nardoni teve a pena reduzida. Desde 2019 o pai de Isabella cumpre pena em regime semiaberto. Já Anna Carolina foi em 2017 para o regime semiaberto, mas perdeu esse direito em 2020 após infringir uma regra do presídio.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

​Prêmio Multishow terá Juliette e Xuxa como atrações

Especial de Natal do Porta dos Fundos tem Jesus em prostíbulo

'Casamento às Cegas', da Netflix, abre inscrições para segunda temporada

'Ser feliz hoje', diz Fátima Bernardes ao relembrar um ano de cura do câncer