Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Televisão

Editoria sobre Televisão ir para editoria →

R$ 250 mil

Rodrigo Guimarães é o vencedor da terceira temporada do Mestre do Sabor

O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (22) após uma disputa acirrada com Pedro Barbosa, 26, na grande final do reality show culinário.

Rodrigo Guimarães, 36, é o vencedor da terceira temporada do Mestre do Sabor (Globo) e receberá R$ 250 mil como prêmio. (Foto: Reprodução)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Rodrigo Guimarães, 36, é o vencedor da terceira temporada do Mestre do Sabor (Globo) e receberá R$ 250 mil como prêmio. O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (22) após uma disputa acirrada com Pedro Barbosa, 26, na grande final do reality show culinário.

Natural do Rio de Janeiro, o chef fez parte do time de Rafa Costa e Silva na primeira fase da competição. Ele havia sido selecionado para a atração após chamar a atenção com um arroz meloso com rapadura e barriga de porco.

Na primeira parte da final, os quatro finalistas (além de Rodrigo e Pedro, Cadu Moura e Danilo Takigawa também estavam na disputa) tinham que preparar um menu completo, com entrada, prato principal e sobremesa, usando como ingrediente obrigatório a mandioca. Antes de começar, eles foram surpreendidos com a presença dos participantes eliminados, que voltaram para ajudá-los na prova.

Após sortear a ordem, eles tiveram que escolher quem queriam em seus times (confira abaixo como ficaram). E, então, passaram a preparar os pratos que precisavam impressionar os técnicos, já sabendo que os dois melhores avançariam e os dois piores deixariam a competição.

Nesse momento, os menus de Rodrigo ("União Faz a Força") e Pedro ("Raízes") foram eleitos os melhores. O primeiro tinha como entrada um dadinho de mandioca com feijão-preto e pescado curado, enquanto o segundo teve como prato principal uma mandioca laqueada com caldo de frango.

Já Cadu e Danilo foram eliminados, após seus menus serem considerado aquém dos realizados pelos colegas. Chamavam a atenção, no primeiro, uma tortilla de mandioca com vinagrete de lula no primeiro e, no segundo, uma macaxeira em texturas com lagostim e consomê.

Na última prova da temporada, os chefs tiveram uma hora para executar um prato com acém, fígado ou costela de boi, no qual também precisavam usar pelo menos um dos seguintes ingredientes: coco, jabuticaba, jiló ou maracujá.

Tanto Rodrigo quanto Pedro decidiram usar o fígado como proteína. Porém, enquanto o primeiro optou por fazer um fígado acebolado com mil-folhas de couve e jiló, o segundo preparou uma cebola recheada com patê de fígado e vinagrete de jabuticaba.

Apesar de o programa ter sido gravado, a final teve a última parte realizada ao vivo. Nela, foi mostrada a finalização dos pratos dos finalistas e o teste-cego dos técnicos. Após deliberarem, eles escolheram o prato de Rodrigo como o melhor da noite, sagrando-o campeão da temporada.

CONFIRA COM QUEM CADA FINALISTA TRABALHOU NA PRIMEIRA PROVA DA NOITE 

Time Cadu Moura: Carol Francelino, Bruna Martins, Ana Gabi e Matheus Almeida

Time Danilo Takigawa: Diogo Sabião, Vitória Gasques, Ana Carolina e Leninha Camargo

Time Pedro Barbosa: Aline Guedes , Leo Modesto e Rafa Ramos
Time Rodrigo Guimarães: Ju Lima, Pedro Franco e Bia Pimentel

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos

Bolsonaro é sorteado para ser o primeiro entrevistado do Jornal Nacional, da TV Globo

Mar do Sertão: nova novela da Globo terá paraibana no papel principal

Ana Maria Braga demite responsável por exibir imagem de macacos em caso de racismo