Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Turismo

Editoria sobre Turismo ir para editoria →

Crise

Efeito pandemia: 1,5 mil pessoas foram demitidas no setor de hospedagem e alimentação de João Pessoa

"Hoje, 80% dos hotéis de João Pessoa estão fechados ou com ocupação zero”, informou o presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa, Graco Parente.

Hotéis de João Pessoa fecharam as portas por ausência de turistas. (Foto: Reprodução/vidadeturista)

Por

Desde a suspensão de algumas atividades na Paraíba por conta dos decretos de isolamento social em decorrência do novo coronavírus, a situação econômica de setores declinou. Em João Pessoa, 1,5 mil pessoas, que trabalhavam nos setores de hospedagem e de alimentação, foram demitidas. Muitos hotéis faturam com o fluxo de turistas que visitam a Capital, em especial na alta estação. 

Embora não tivesse nenhum decreto de fechamento dos hotéis, a ausência de clientes acabou empurrando o setor a fechar as portas. Os turistas decidiram cancelar ou remarcar suas viagens para os meses a frente ou quando houve pouco risco de contaminação pelo coronavírus.

“Hoje, 80% dos hotéis de João Pessoa estão fechados ou com ocupação zero”, informou o presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP), Graco Parente, em entrevista ao ClickPB, destacando que houve uma queda de 80% no faturamento devido a pandemia da covid-19. 

Por conta disso, o setor de hospedagem e alimentação da Capital deve ser reduzido pela metade. Paralisado desde março, o presidente ainda comentou que acompanha de perto a situação do setor. “Cerca de 20% das empresas do segmento em João Pessoa já encerraram suas atividades e pelos nossos estudos mais 30%, principalmente bares e restaurantes, não conseguirão sobreviver no cenário atual quando reabrirem as portas. É uma realidade muito triste”, afirmou.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Construtora Alliance arremata Mussulo Resort, no Litoral Sul da Paraíba, por R$ 7,5 milhões em leilão da Justiça do Trabalho

Fernando de Noronha lidera ranking de melhores praias do mundo

Primeiro fim de semana após reabertura anima empresários de hotéis e empreendimentos em Pipa

Polícia Civil prende três suspeitos e apreende adolescente da gangue da marcha ré em Sapé