Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Emprego

Editoria sobre Emprego ir para editoria →

23.852 candidatos

IFPB divulga locais de prova de concurso para professor

As provas de desempenho estão marcadas para o período de 19 de julho a 12 de agosto e acontecem nas cidades de Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, João Pessoa, Patos e Sousa.​

O resultado final do concurso será divulgado no dia 22 de novembro. (Foto: Walla Santos)

Por

O  Instituto Federal da Paraíba (IFPB) divulgou nesta quinta-feira (30), a consulta aos locais de provas do concurso público para o cargo de professor do ensino básico, técnico e tecnológico. As provas de desempenho estão marcadas para o período de 19 de julho a 12 de agosto e acontecem nas cidades de Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, João Pessoa, Patos e Sousa.

Confira os locais

Estão aptos aos exames 23.852 candidatos que disputam 90 vagas.

Há oportunidades para quem tem formação em administração, artes, música, letras, ciências biológicas, pedagogia, educação física, enfermagem, geografia, Informática, entre outras. O concurso é dividido em três etapas: prova escrita, prova de títulos e de desempenho.

As provas objetivas serão realizadas no dia 9 de junho nas cidades de João Pessoa, Cabedelo, Guarabira, Campina Grande, Picuí, Monteiro, Patos, Sousa e Cajazeiras.

A entrega de títulos ocorre no período de 16 a 25 de setembro. O resultado final do concurso será divulgado no dia 22 de novembro.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Pesquisa da Fecomércio revela que 66% dos paraibanos pretendem presentear neste Natal

Trabalhador vai ter redução de 80% no FGTS com pacote do governo Bolsonaro

Governo passa a cobrar INSS de quem recebe seguro-desemprego

Governo exclui pessoas acima de 55 anos de novo programa de empregos