notíciasTelevisão

Apresentadora do SBT Brasil, Rachel Sheherezade, ganha férias na Justiça da Paraíba durante o mês de novembro

Da Redação
Apresentadora  do SBT Brasil, Rachel Sheherezade, ganha férias na Justiça da Paraíba durante o mês de novembro

Da Redação


A apresentadora do “Jornal SBT Brasil” Rachel Sheherazade, que foi destaque no início de 2011 no Youtube e nas redes sociais, ao fazer comentários corajosos sobre o carnaval brasileiro, na TV Tambaú, afiliada do SBT na Paraíba, quando afirmou estar indignada com o carnaval em seu programa,  terá direito a férias no Tribunal de Justiça da Paraíba no período de 30/10/2011 a 28/11/2011, mesmo morando em São Paulo desde a estreia do programa em rede nacional, na noite  do dia 30 de maio deste ano.

 

Rachel Sheherezade Barbosa é funcionária do Tribunal de Justiça da Paraíba desde o dia 16 de março de 1994 como Técnica Judiciária. No dia 05 de março de 2004, através de um ato do Presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Plínio Leite Fontes, Sheherezade foi transferida do Banco de Recursos Humanos do Foro Judicial da Comarca da Capital, para prestar serviços junto ao 2º Ofício da Infância e Juventude, da mesma Unidade Judiciária.

No Diário da Justiça do dia 6 de outubro deste ano o Diretor de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, Einstein Roosevelt Leite, no uso de suas atribuições, conforme o Ato da Presidência nº 5/2011, resolveu deferir pedido de gozo de férias de 30 dias para Sheherezade no período 30/10/2011 a 28/11/2011 “referente ao período trabalhado” 2010/2011.

 

O QUE DIZ O TRIBUNAL DE JUSTIÇA

 

A assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba disse que a Técnica Judiciária Rachel Sheherezade Barbosa, por ser funcionária com mais de 15 anos de serviços prestados ao TJ, tem direito a férias, sempre após 12 meses de atividade,  e após 10 anos de ininterrupto exercício, a seis meses de licença, a título de prêmio por assiduidade, com a remuneração percebida, conforme o artigo 83 do Regulamento Administrativo do TJPB.  Em abril deste ano a servidora  entrou de férias no período de 01 a 30 de abril referente  ao período 2009/2010. No dia 01 de maio ao dia 29 de julho foi concedida a servidora, 3 meses de licença prêmio. Já no dia 30 de julho, Sheherezade ganhou mais 90 dias de licença prêmio, até o dia 29 de outubro. As férias que a apresentadora do SBT gozará no período do dia 30 de outubro a 28 de novembro, é referente ao período 2010/2011. Já no dia 01 de novembro, a servidora deverá voltar ao trabalho no Cartório de2º Ofício da Infância e Juventude da Capital.

 Rachel Sheherezade

SINJEP VAI QUESTIONAR TJ

O Presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado da Paraíba (SINJEP), João Ramalho ficou espantado com a quantidade de benefícios concedidos a uma servidora do Tribunal de Justiça da Paraíba e disse que vai questionar o TJ para saber se houve tratamento desigual com relação a outros servidores do judiciário da Paraíba.

imprimir

comentários

  • Leandro Matias disse:

    Esses comentários são levianos e descabidos. Rachel Sheherazade é uma pessoa louvável e respeitosa. Jamais se submeteria a fazer tais incoerências.

  • marcos disse:

    Meus caros amigos, vamos ser justo. Se a Raquel tem direitos adquiridos pelo Regimento Interno do TJ PB, é um direito dela usufruir dos mesmos, pq todos nós iria usar, não vamos ser improcritas. Agora no momento que acaba os direitos dela e a mesma não voltar a trabalhar, ai sim, ela deve decidir aonde vai trabalhar de fato e direito, TJ ou SBT. E caso ela nao fique calada, ai o TJ tem que tomar uma posição de acordo com o Regimento Interno do mesmo. Vamos só ser JUSTO!!

  • marcos disse:

    Meus caros amigos, vamos ser justo. Se a Raquel tem direitos adquiridos pelo Regimento Interno do TJ PB, é um direito dela usufruir dos mesmos, pq todos nós iria usar, não vamos ser improcritas. Agora no momento que acaba os direitos dela e a mesma não voltar a trabalhar, ai sim, ela deve decidir aonde vai trabalhar de fato e direito, TJ ou SBT. E caso ela nao fique calada, ai o TJ tem que tomar uma posição de acordo com o Regimento Interno do mesmo. Vamos só ser JUSTO!!

  • Técnica Judiciaria (João Pessoa) disse:

    Sou técnica judiciaria do TJ e não me permitem gozar duas férias no ano. Também tenho 15 anos de serviço no cargo e adquiri o direito a licença-prêmio, mas ainda não me permitem gozá-lo. Em ambos os casos a justificativa é a mesma: há poucos tecnicos nos cartórios e muito serviço a fazer. Também não me permitem assumir outro emprego público ou assinar carteira no setor privado. Nesse caso teria que optar. Não tenho nada contra a pessoa da servidora/apresentadora, a quem desejo sucesso no SBT, mas o que sobra prá mim e pra maioria são: as proibiçoes da LOJE, os dispositivos de estatuto do servidor público e as limitações contidas nas resoluções do TJ.

  • cidadao disse:

    Como dizia nosso saudoso boris:isso e uma vergonha!!!

  • o cidadão disse:

    ESTE TRIBUNAL DA PARAIBA FAZ TEMPO QUE ESTA SENDO DESMORALIZADOS PELAS DENUNCIAS DOS GRANDES JORNALISTAS DA PARAIBA.

  • geraldo araujo batista disse:

    o que eu sobre tudo isso é que o tribunal de justiça da paraiba precisa explicar para a sociedade que tudo que foi concedido a apresentadora é o que manda a lei. não interessa se ´ela é celebridade ou uma simples cidadã, a justiça tem ser cega.não pode existir dois pesos e duas medidas.

  • edvaldo disse:

    Meuas amigos, se a servidora estava em gozo de licença premio e já tinha adquirido o direito as férias está correto o ato, agora quando terminá o período, ai sim, ela deve optar pelo Tj ou pelo SBT, mesmo assim, ela ainda pode requerer licença sem vencimentos por tres anos e manter o vinculo com o tj. É a lei e neste caso não está havendo qualquer privilégio. Em tempo, não conheço a servdora e não tenho qualquer relação com a mesma, apenas é um comentário sobre o caso posto. obrigado

  • Drauzio Rodrigues de Macedo disse:

    Não vamos questionar a pessoa, mas se o ato esta correto, tanto do ponto de vista etico, moral e legal. Só para lembrar trabalhadores públicos são pagos com o dinheiro público (impostos).

  • BETO disse:

    Meus companheiros em especial esse que foi infeliz em seu comentário, crescer com dignidade é correto, mas nas custas do erário público, é brincadeira. Estudar é muito gratificante, poís nos faz crescer dignamnete, trabalhar é mais do que gratificante e ter saúde para ambos é mais ainda, espero que entendam o recado, se não vão trabalhar no TJPB e no SBT.

  • antonio disse:

    Como é que ela está trabalhando no TJPB é SBT ao mesmo tempo, mais uma vez a PB é vergonha nacional.

  • Renata Lins disse:

    Creio eu essa infeliz coluna ter sido escrita por pessoa da mais ilibada conduta,seriedade e honestidade.Quem tem telhado de vidro não devia ficar jogando pedra no telhado dos outros.

  • FABIO LEANDRO disse:

    Dr.JUDIVAN, RACHEL É UM ORGULHO PARAIBANO, QUEM ESTA ERRADO É O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAIBA QUE DEFERIU AS FERIAS DELA, TRABALHO NUMA PADARIA E TIVE QUE VENDER AS MINHAS FERIAS PARA COLOCAR CERAMICA NA COZINHA DA CASA DE MÃE, E ELA GANHA SEM TRABALHAR, CNJ NELES.

  • FATIMA RAMOS DE ALENCAR disse:

    O QUE VOCES NÃO SABEM É QUE A RACHEL SHEHERAZADE NO DIARIO DA JUSTIÇA DO DIA 02/02/2011 NA PAGINA 3, ELA FOI NOMEADA PARA O CARGO COMISSIONADO DE ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO, ELA ALEM DE GANHAR O SALARIO DO QUADRO AINDA GANHA O SALARIO DE COMISSIONADA E SEM TRABALHAR E AINDA TIRA FERIAS, QUE VERGONHA PRESIDENTE DO TJ, TA BOM DA CORREGEDORIA DO CNJ QUE ESTA CHEGANDO EM JOÃO PESSÕA FICAR SABENDO.

  • Marcos Souto disse:

    Gostaria de saber quando esse presidente do SINJEP vai sair. Porque ele não pergunta ao TJPB quais os critérios que são utilizados para a escolha dos servidores que estão participando dos mutirões? porque sempre o vice presidente do sinjep é convocado? Raquel entrou por concurso e trabalhou muito para ter direito ao que tem e merece utilizar de todos os artifícios que a lei lhe dá direito.

  • Lia disse:

    Queridos leitores, a servidora Rachel Sheherazade foi devidamente aprovada no concurso no TJPB, há mais de 15 anos! Todos esses recusrsos entrados são de direito dela. Para quem não é do meio jurídico o cargo de Técnico Judiciário SÓ é exclusivamente de CONCURSADOS! Direito é pra ser usufruido!!!!

  • Lucicleide disse:

    Meu querido ADRIANO, é óbvio que Rachel, fez concurso, ou por acaso vc já viu, técnico judiciário sem ser concursado? Dã!!!!

  • ADRIANO disse:

    SÓ GOSTARIA DE SABER SE ESSA PESSOA FEZ ALGUM CONCURSO PARA TRABALAHLAR NO TJ POR QUE ATÉ QUE EU SAIBA PARA TRABALHAR EM ALGUM ORGÃO PUBLICO SÓ ATRAVES DE CONCUSO.

  • Judivan sousa disse:

    NINGUÉM NESTA PARAÍBA PODE CRESCER NÃO!!! TUDO ISTO É APENAS INVEJA DE QUEM CONSEGUIU TUDO DEVIDO A SUA CAPACIDADE INTELECTUAL E NÃO COMO VCS QUE VIVEM ATRÁS DE POLITICOS QUERENDO TOCOS. PUBLIQUEM SE HOUVER TRANSPARÊNCIA!!!!

escreva seu comentário

Resolva a conta da imagem abaixo para validar seu comentário:captcha
aviso importante"O portal de notícias ClickPB não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores e destacamos que os IPs de origem dos comentários ficam disponíveis para eventuais demandas jurídicas ou policiais".