Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Às 9h

Audiência do caso Patrícia Roberta, jovem de Caruaru morta em João Pessoa, acontece nesta sexta-feira

Testemunhas de defesa e de acusação serão ouvidas na audiência de hoje.

Patrícia Roberta foi morta em abril deste ano. (Foto: Reprodução)

Por

Acontece, às 9h, desta sexta-feira (24), a audiência sobre o caso Patrícia Roberta, jovem de Caruaru (PE) morta na cidade de João Pessoa, no mês de abril deste ano. Serão ouvidos testemunhas de defesa e de acusação, no 2º Tribunal do Júri, no Fórum Criminal, da capital. 

Além das testemunhas será ouvido por último o principal acusado do assassinato da jovem, Jonathan Henrique. Familiares pedem justiça e punição para o réu como apurou o ClickPB. Patrícia Roberta, conforme o laudo pericial, morreu por asfixia e esganadura após vir para a capital paraibana a convite de Jonathan.

Após matar a jovem, o acusado abandonou o corpo em uma área de mata em João Pessoa. Ele foi preso no dia 27 de abril, após pedido do Ministério Público da Paraíba (MPPB), acatado pela juiza Virgínia de Lima Fernandes, da Vara de Execução de Penas Alternativas de João Pessoa.

Relembre o caso:

Patrícia Roberta morava em Caruaru, no Estado de Pernambuco, e veio a João Pessoa no dia 23 de abril para visitar um amigo de infância, Jonathan Henrique. No dia seguinte, ela se queixou, em conversa por mensagens com a mãe, de o rapaz havia saído de casa e a deixado trancada no apartamento. Somente no dia seguinte retornou para o apartamento e usou a desculpa de que estaria trabalhando. No entanto, a namorada dele, Ívina Oliveira, que estava grávida, contou à polícia que ambos estavam consumindo drogas numa casa em Mangabeira.

Após avisar à mãe que Jonathan havia voltado, Patrícia afirmou que iria retornar com ele para Caruaru, mas depois disso parou de responder as mensagens e não chegou em casa. A família da jovem veio para João Pessoa procurá-la e acionou a polícia. O corpo de Patrícia foi encontrado no dia 27 de abril, em um terreno por trás de um condomínio no bairro do Geisel, na Zona Sul da Capital paraibana. Mesmo antes de encontrar o corpo, a polícia teve acesso a imagens que mostravam Jonathan carregando uma pessoa desacordada em uma moto, por isso havia pouca esperança de que Patrícia fosse encontrada com vida.

Leia mais:

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Motociclista morre após carro mudar de faixa e arremessar condutor em poste na BR-230, em João Pessoa

Homem é morto a tiros em Pitimbu e polícia suspeita que crime seja por disputa de tráfico de drogas na região

Homem é assassinado a tiros em via pública de João Pessoa

Homem é vítima de tentativa de homicídio em Santa Rita neste sábado