Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Paraíba

Esquema de segurança da 256ª Romaria da Penha vai contar com 1.500 policiais e bombeiros

A Polícia Militar montou um esquema especial de segurança com 829 policiais militares e 108 viaturas atuando ao longo do trajeto e no entorno dele.

A Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) de João Pessoa irá trabalhar de maneira integrada com os órgãos de Segurança, com a presença de um efetivo de 120 agentes. (Foto: Reprodução)

Por

Aproximadamente 1.500 homens e mulheres da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros Militar e de outros órgãos que compõem o Sistema de Segurança nas esferas estadual e municipal irão atuar durante a 256ª Romaria de Nossa Senhora da Penha, que acontecerá no próximo sábado (23), em João Pessoa. 

O evento vai contar com a execução de um esquema operacional integrado, construído por essas instituições, e que foi apresentado na manhã desta quarta-feira (20) pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) durante coletiva de imprensa realizada no auditório da PBTur, no bairro de Tambaú, capital, com a presença do monsenhor Nereudo Freire, da Paróquia da Penha. 

A Polícia Militar montou um esquema especial de segurança com 829 policiais militares e 108 viaturas atuando ao longo do trajeto e no entorno dele. A movimentação dos participantes será monitorada por câmeras e a corporação também usará drones para auxiliar o trabalho dos policiais. O policiamento estará atuando desde o início da noite, para garantir a segurança dos participantes desde a saída de casa, com reforço nos pontos do ônibus e em locais estratégicos. 

O início da caminhada dos quase 14 km, da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no Centro, até o Santuário da Penha, está marcado para as 22h.  Ao longo do percurso, a PM estará ainda com 15 Pontos de Observação Policial (POP), duas plataformas e também de disciplinadores de público. A passarela da Avenida Dom Pedro II será interditada com a presença dos policiais do Canil.

O Corpo de Bombeiros Militar estará presente na Romaria da Penha com um efetivo de 238 homens e mulheres, 28 viaturas, 13 postos operacionais e dois postos de guarda-vidas, uma embarcação e sistema de monitoramento com drone, para atuar no combate a incêndios, atendimentos pré-hospitalares, buscas e salvamentos, além de prevenções aquáticas e vistorias técnicas. A atuação também começa na Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, seguindo por todo o percurso, até o Santuário da Penha, na praia da Penha.

A Polícia Civil vai garantir reforço com plantão na 9ª Delegacia Distrital, no bairro de Mangabeira, que será responsável por todos os procedimentos ocorridos durante o evento. 

Além disso, estarão funcionando normalmente o plantão da Central de Polícia, no bairro do Geisel, para procedimentos em geral e a 12ª Delegacia Distrital, em Manaíra, para registro de Boletim de Ocorrência (BO). As Delegacias da Infância e Juventude, de Atendimento Especializado a Mulher e de Crimes contra a Pessoa também estarão atuando normalmente, em regime de plantão. Ao todo, 20 policiais civis serão escalados a mais para trabalhar no dia do evento, com oito viaturas.

A Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) de João Pessoa irá trabalhar de maneira integrada com os órgãos de Segurança, com a presença de um efetivo de 120 agentes. O Samu contará com 12 profissionais atuando exclusamente no percurso da romaria e a Guarda Municipal da capital vai atuar com 150 homens e mulheres. 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), que também participou da coletiva, vai empregar um efetivo de 30 policiais e quatro viaturas, garantindo a segurança viária na BR-230 e nas alças do viaduto da Universidade Federal da Paraíba, atuando de maneira integrada com a Semob no fechamento e liberação das alças e evitando o acúmulo de pessoas na parte superior do viaduto. O Poder Judiciário será outra instituição a participar do evento, com 30 pessoas responsáveis pela proteção de crianças e adolescentes.

Reforço na orla – Paralelamente ao policiamento na Romaria, a PM já montou um planejamento para reforçar a segurança na Orla da Capital no mesmo dia, com mais de 60 policiais, por causa da final da Copa Libertadores da América. O jogo, marcado para as 17h, deve aumentar a movimentação de pessoas no local. O reforço atuará no horário da partida entre as equipes brasileira do Flamengo e argentina do River Plate, bem como no pós-jogo.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Jovem é preso e adolescente apreendido com mais de 100 papelotes de drogas em Campina Grande

Homem é morto a pauladas em Santa Rita nesta segunda-feira

Adolescente que foi baleado na cabeça por pintar cabelo de loiro morre em João Pessoa

Idoso morre afogado após cair na cisterna do vizinho na Paraíba