Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Luto

Fisioterapeuta do Hospital de Trauma de Campina Grande é encontrado morto dentro de apartamento

A suspeita é que se trate de um homicídio, mas no local não havia sinais de arrombamento. Somente uma perícia irá indicar a causa morte.

Fisioterapeuta é encontrado morto em apartamento no município de Campina Grande. (Foto: Reprodução/Facebook)

Por

O fisioterapeuta Luís Eduardo Leite Brasileiro, 44 anos, foi encontrado morto dentro de um apartamento nessa sexta-feira (21), no bairro de Bodocongó, no município de Campina Grande, no Agreste paraibano. A polícia trabalha na investigação de um homicídio, pois a vítima apresentava marcas no pescoço. Ele atuava no Hospital de Emergência e Trauma Dom Luís Gonzaga Fernandes. Em nota, a unidade de saúde lamentou a morte e destacou o trabalho do profissional de saúde.

Conforme a Polícia Civil, a suspeita é que se trate de um homicídio, mas no local não havia sinais de arrombamento. Somente uma perícia irá indicar a causa morte. Já a família do fisioterapeuta perde mais um ente querido em um intervalo de nove dias. Em sua rede social, quando estava vivo, o profissional lamentou a morte da irmã que estava internada no hospital onde trabalhava, mas não resistiu a complicações de uma cirurgia.

O Hospital de Emergência e Trauma destacou em nota que o fisioterapeuta era “comprometido, ético, sempre exerceu sua profissão com dedicação e zelo”. Além disso, se solidarizou com a família do profissional. O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Primeira Região (Crefito1) lamentou o falecimento do fisioterapeuta paraibano e destacou comprometimento dele na unidade de saúde. 

“Antes de se tornar fisioterapeuta, Dr. Luís Eduardo atuou no mesmo hospital como técnico de enfermagem e seu sonho era graduar-se em Fisioterapia. Segundo os colegas, ele enfrentou muitas dificuldades até conseguiu alcançar seu objetivo. Após concluir o curso, Dr. Luís Eduardo dedicou-se à Fisioterapia em Unidade Intensiva, função que desempenhou com ética, zelo e amor”, diz a nota. 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Vídeo flagra momento em que agentes da PRF são mortos a tiros no Ceará

Sobrinha da juíza morta no Pará aguarda embarque do corpo e diz que é difícil estar em outra cidade para buscar um familiar morto

Dois policiais rodoviários federais são mortos durante troca de tiros na BR-116

Kiu destaca necessidade de maior engajamento no enfrentamento do abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes