Tristeza

Jovem morre durante treino de jiu-jitsu em João Pessoa

Gil Anderson​ treinava jiu-jitsu​ no Centro da Juventude, na praça Lauro Wanderley, nos Funcionários I.

Jovem morre durante treino de jiu-jitsu em João Pessoa

A vítima era cabo do 15º Batalhão do 15° Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército — Foto:Arquivo pessoal/divulgação

O cabo do Exército Gil Anderson treinava jiu-jitsu na noite desta quinta-feira (26), no Centro da Juventude, na praça Lauro Wanderley, nos Funcionários I, quando sofreu uma queda após um golpe e acabou falecendo. Segundo testemunhas, com o impacto da queda, ele ‘broncoaspirou’, que é quando a via respiratória é obstruída com algum material, como a própria saliva. 

Ele foi levado já desacordado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruz das Armas. A equipe médica tentou reanimar o rapaz, mas ele não respondeu aos estímulos. De acordo com o delegado Paulo Josafá, da Delegacia de Homicídios, todas as evidências apontam para morte acidental, mas que só será possível dar um veredito quando sair o laudo. “Por enquanto acredita-se que tenha sido acidental”, relatou.

O delegado relatou ao Click PB que o caso aconteceu minutos antes do início das aulas de artes marciais, quando os alunos resolveram treinar alguns golpes sem o professor presente. 

O corpo foi encaminhado ao Instituto de Polícia Científica (IPC) para a realização de exames toxicológicos e cadavéricos e deve ser liberado ainda hoje pela manhã. 

A vítima era cabo do 15º Batalhão do 15° Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército.

COMPARTILHE

Bombando em Notícias Policiais

1

Notícias Policiais

Homem é morto a tiros em comunidade de Cabedelo

2

Notícias Policiais

Polícia apreende bananas de dinamite e metralhadora em Condado

3

Notícias Policiais

Polícia identifica mulher suspeita de furtar dinheiro da caixa de ofertas de igreja em Monteiro

4

Notícias Policiais

Corpo encontrado em mangue é de jovem que se afogou em Cabedelo, confirma Bombeiros

5

Notícias Policiais

Polícia Civil prende investigados por latrocínio no município de Matinhas