Suspeito

Médico flagrado agredindo esposa em João Pessoa diz que está arrependido e vai cooperar com a polícia: “perdi a cabeça”

Conforme noticiado pelo ClickPB, o caso aconteceu em abril de 2022 mas só veio à tona nesta segunda-feira (11), após vídeos de circuito de segurança serem compartilhados nas redes sociais.

Médico flagrado agredindo esposa em João Pessoa diz que está arrependido e vai cooperar com a polícia: "perdi a cabeça"

João Paulo Casado foi flagrado por câmeras agredido a esposa na frente do filho — Foto:Reprodução

O médico João Paulo Casado, flagrado agredindo a esposa dentro de um elevador em João Pessoa, afirmou, na tarde desta segunda-feira (11), em entrevista ao programa 60 minutos, na Rádio Arapuan FM, que está arrependido e que está disposto a cooperar com a polícia nas investigações. Como adiantou o ClickPB, a delegada Cláudia Germana pediu a prisão do médico na tarde de hoje. 

“Quero dizer que estou extremamente arrependido, entendo o fato e a minha falha, compreendo que, por mais que eu tente me justificar, ainda não será uma justificativa para o fato ocorrido. Estou disposto a contribuir com a justiça para que eu pague isso juridicamente falando, para que eu possa me reaver com a população da minha cidade e do meu país. Foi um momento de extremo estresse. A gente estava numa discussão bem apimentada, vamos dizer assim. Eu, como pai, no momento da situação, houve palavras proferidas contra meu filho e na presença do meu filho. De verdade, eu perdi a cabeça. Sei que não justifica. Estou arrependido. Estou colaborando da melhor forma possível, não estou foragido, estou dentro da cidade. Estou aqui para pagar pelo meu erro ” , afirmou o médico.

De acordo com as informações obtidas pelo ClickPB, após ouvir a vítima e uma testemunha na tarde de hoje (11), a delegada Cláudia Germana, que está à frente das investigações, protocolou o pedido de prisão contra João Paulo Casado. Agora cabe a justiça emitir o mandado. 

Conforme noticiado pelo ClickPB, o caso aconteceu em abril de 2022 mas só veio à tona nesta segunda-feira (11), após vídeos de circuito de segurança serem compartilhados nas redes sociais. Nas imagens divulgadas ontem (10), pelo site Paraíba Feminina, é possível ver o médico agredindo a companheira em dois momentos: um, na chegada ao condomínio, dentro de um veículo. Outro momento é dentro do elevador. Neste último momento, chama atenção a brutalidade da ação e que enquanto agride a esposa o médico está com uma criança, que seria filho do homem, no braço.

COMPARTILHE

Bombando em Notícias Policiais

1

Notícias Policiais

“Faria tudo novamente”, diz adolescente que matou pais e irmã

2

Notícias Policiais

Adolescente é apreendido suspeito de invadir e roubar R$ 20 mil de obra em construção, em João Pessoa

3

Notícias Policiais

Operação da Polícia Militar prende dez integrantes de facção criminosa e apreende mais de 300 munições em Lucena

4

Notícias Policiais

Homem mata irmão a golpes de foice após discussão em Cuitegi

5

Notícias Policiais

Caminhão tomba e carga de refrigerantes é saqueada na BR-230, em Santa Rita