Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Marcas

Médico revela que bebê deu entrada no Trauma de João Pessoa com sinais de agressão e de morte encefálica

Segundo o médico, a criança ao chegar na unidade já respirava com a ajuda de aparelhos​ e foi conduzida à UTI pediátrica.

A informação é do médico e diretor do hospital, Laércio Bragante. (Foto: Reprodução)

Por

O bebê de um ano que teve morte confirmada na manhã desta quinta-feira (31), no Hospital de Trauma de João Pessoa, deu entrada na unidade de saúde com sinais de agressão e de morte encefálica. A informação é do médico e diretor do hospital, Laércio Bragante.

Segundo o médico, a criança ao chegar na unidade já respirava com a ajuda de aparelhos e foi conduzida à UTI pediátrica. 

Ainda segundo ele, o bebê apresentava várias lesões no crânio, rosto, tórax, abdômen e membros inferiores, porém não eram lesões recentes e algumas delas aparentam ser de cigarros. 

O médico confirmou que a Polícia Civil e o Conselho Tutelar foram acionados para investigar o caso. A mãe da criança afirma que o menino caiu da cama e disse que os hematomas foram causados quando ela perdia paciência dava beliscões, mas nunca ferimentos graves que a levassem a morte. 

O caso será investigado.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Criminosos matam cachorros a tiros e roubam carro, eletrônicos, joias e dinheiro ao fazer família refém em casa na Paraíba

Homem que matou motorista com tiro nas costas após batida de carro tem registro de atirador, caçador e colecionador de armas

Passageiro de carro morre e outro fica ferido em acidente com carreta na entrada de Galante, em Campina Grande

Após render guardas, 35 presos ligados ao PCC fogem de penitenciária