Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Nesta quinta

Operação Arrebate: MPPB e PM cumprem mandados judiciais contra policiais militares investigados por tortura e tráfico de drogas

Os policiais militares estão sendo investigados por peculato militar, tortura, associação criminosa armada e tráfico de drogas.

Operação foca em policiais militares (Foto: Reprodução)

Por

O Ministério Público da Paraíba e a Polícia Militar estão realizando, na manhã desta quinta-feira (27), a operação Arrebate com o objetivo de cessar o cometimento de crimes por policiais militares. Além do Núcleo de Controle da Atividade Policial (Ncap) e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), ambos órgãos do MPPB, estão colaborando com a investigação o setor de Inteligência e a Corregedoria da Polícia Militar da Paraíba. A operação também tem a participação de outros órgãos policiais, como GOE e Gate e o 5º Batalhão da PM.

Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva contra policiais militares envolvidos na investigação e cinco de  busca e apreensão nas residências deles, nas viaturas e veículos particulares e no 5º Batalhão da PM, onde trabalhavam. Os policiais militares estão sendo investigados por peculato militar, tortura, associação criminosa armada e tráfico de drogas.

A operação foi desencadeada a partir de um procedimento de investigação criminal, instaurado no Ncap, a partir de uma denúncia anônima. De acordo com os promotores do Ncap, José Guilherme Lemos e Túlio Fernandes Neves, foi solicitada a cooperação do Gaeco e dos órgãos da PM, que confirmaram que a guarnição em uma viatura da PM, comandada por um sargento militar, estava cometendo uma série de crimes na sociedade.

O nome “Arrebate” vem da constatação na investigação de que os policiais militares arrebatavam ou tomavam para si o material apreendido durante ações policiais, a exemplo de armas, drogas e dinheiro.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Carro bate em muro após colisão com outro veículo em viaduto de João Pessoa

Polícia Federal apreende 1,3 toneladas de cocaína em jato particular no Ceará

Sete pessoas são presas durante operação da Polícia Civil em três municípios da Paraíba

Colisão entre motos deixa casal morto em rodovia da Paraíba