Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Prevenção

Operação já registrou mais de 900 ocorrências de descumprimento de decreto e prisão de 80 pessoas na Paraíba; ações serão intensificadas no fim de semana

O decreto estadual está em vigência até o dia 26 de março.

Em uma das ações das ações, a Polícia Militar encerrou festas clandestinas com aglomerações. (Foto: Divulgação)

Por

A fiscalização, por parte dos órgãos responsáveis, para o cumprimento do decreto na Paraíba já registrou 905 ocorrências de descumprimento e 80 prisões, conforme dados do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop). Os dados são desde o primeiro dia de vigência o decreto estadual de restrições, 24 de fevereiro, até nesta sexta-feira (19), que inclui o 'toque de recolher', e modificação no horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais.

Ainda de acordo com os dados repassados ao ClickPB, 67 procedimentos policiais foram realizados em delegacias paraibanas e 194 locais fiscalizados nesse período. Os órgãos responsáveis pela fiscalização: Polícia Militar, Procons, Agevisa e vigilâncias sanitárias municipais irão intensificas as ações neste fim de semana. Já foram encerradas também festas clandestinas que promoviam aglomerações.

“Haverá um incremento de pessoal e viaturas na fiscalização de locais apontados pela análise criminal com potencialidade de eventos e aglomerações irregulares, as polícias civil e militar, juntamente com o corpo de bombeiros militar e Detran de forma integrada com a vigilância sanitária, Procon e outros órgãos públicos”, revelou ao ClickPB, o coordenador do Ciop na Paraíba, coronel Júlio César de Oliveira. 

Ainda de acordo com o coordenador, as denúncias devem ser feita pelos números 190 e o 193,  aplicativo SOS Cidadão, o “Centro Integrado de Operações coordenará as ações e operação das forças de segurança do estado”.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Polícia Militar encerra festa e apreende veículo com som automotivo em Santa Rita

Polícia do Rio divulga lista com nomes de 28 mortos na operação do Jacarezinho

Polícia retifica número de mortos para 28 em Jacarezinho

Jovem é preso suspeito de roubar celular no bairro Colinas do Sul