Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Vigilância

Paraíba tem 400 câmeras de monitoramento que podem flagrar aglomerações; denúncias podem ser feitas no 190, 193 e app SOS Cidadão

Na sala de videomonitoramento é possível identificar locais com aglomerações e enviar equipes policiais para fazer a dispersão em todos os municípios onde há câmeras.

As câmeras estão espalhadas em João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo, Conde, Campina Grande e Patos. (Foto: Coronel Júlio César)

Por

A Paraíba tem 400 câmeras de monitoramento, em funcionamento, que podem flagrar aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus. Elas estão espalhadas em João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo, Conde, Campina Grande e Patos. A meta da Secretaria de Segurança Pública é estender a cobertura para 78 municípios, com 1.300 câmeras, até dezembro de 2021.

O CIOP (Central Integrada de Operações Policiais) tem unidades em João Pessoa, Campina Grande e Patos, mas concentra as imagens na sala de videomonitoramento da Secretaria de Segurança e Defesa Social em Campina Grande. Nessa sala, é possível identificar locais com aglomerações e enviar equipes policiais para fazer a dispersão em todos os municípios onde há videomonitoramento, segundo explicou ao ClickPB o coronel Júlio César, coordenador do CIOP.

Saiba mais

Quem testemunhar aglomeração deve ligar para o 190 ou 193. Outra opção é o aplicativo SOS Cidadão. "O CIOP continua sendo o canal de comunicação da sociedade, através do número 190, 193 e do aplicativo SOS Cidadão. Nós alertamos para o uso responsável do 190 e 193. Muita gente liga com informações incorretas, não verdadeiras, imprecisas. O atendente precisa de informações verdadeiras e corretas. E quem não se sentir bem atendido por procurar a Ouvidoria e Corregedoria da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social", informou o coronel Júlio César, coordenador do CIOP (Central Integrada de Operações Policiais).

Ainda segundo o coronel Júlio César informou ao ClickPB, "todo o efetivo da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros estará atuando, sendo 2.500 profissionais por dia em serviço, em regime de escala", na continuação da fiscalização, agora que um novo decreto, com mais restrições de circulação, foi emitido pelo Governo do Estado para combater o avanço do novo coronavírus.

Uma das medidas já em vigor e que será mantida no novo decreto é o toque de recolher das 22h às 5h.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Delegada negra é barrada em loja em Fortaleza, e polícia investiga suspeita de racismo

Mulher é assassinada a golpes de faca na cozinha de casa no interior da Paraíba

Homem é assassinado a tiros na frente da filha de 10 anos na Grande João Pessoa

Casal é preso suspeito de invadir agência do INSS e roubar peça de ar condicionado em João Pessoa