Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Operação Postal Off

Polícia Federal deflagra operação contra fraudes de R$ 94 milhões nos Correios

São cumpridos 12 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Praia Grande (SP), São Vicente (SP) e no Rio de Janeiro.

Polícia Federal investiga fraudes nos Correios (Foto: Reprodução)

Por

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (04), a segunda fase da Operação Postal Off. A operação apura desvios e fraudes nos Correios que causaram um prejuízo estimado de R$ 94 milhões à estatal. 

São cumpridos 12 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Praia Grande (SP), São Vicente (SP) e no Rio de Janeiro.

Funcionários dos Correios suspeitos de envolvimento no esquema também tiverem mandados de afastamento expedidos e terão restrições ao direito de ir e vir, assim como a obrigatoriedade de comparecimento aos atos do processo, com risco de terem prisão decretada.

Foram apreendidos a soma de R$ 3,5 milhões, em dinheiro, na casa de um dos alvos da operação, o indivíduo não foi identificado.

Segundo a investigação da Polícia Federal, o esquema seria baseado em uma organização criminosa que subfaturava valores da estatal, além de desviar importantes clientes dos Correios para si própria no seguimento de cartas comerciais. O grupo atuava fazendo com que grandes cargas fossem distribuídas sem faturamento ou com faturamento muito inferior ao devido.

Nesta segunda fase da operação, os principais alvos são um empresário titular de agências franqueada dos Correios e mais sete funcionários da estatal. Os indiciados responderão a crimes como corrupção passiva e ativa, estelionato, violação de sigilo funcional e formação de organização criminosa.

Apesar do cumprimento de mandados em São Paulo e Rio de Janeiro hoje, a investigação da Operação Postal Off começou em Santa Catarina, ainda no final de 2018. Foi encontrado no estado catarinense o primeiro indício de crime, que já evidenciava forte atuação do grupo nas federações do Sudeste.

Na primeira fase da operação, além da prisão do ex-deputado federal, Indio da Costa, solto dias depois, também foram cumpridas medidas cautelares que levaram ao bloqueio de bens dos investigados. 

Ao todo foram recuperados aproximadamente R$ 55 milhões em bens que incluem carros de luxo, um iate, um avião e imóveis de alto padrão.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Cinco internos do Lar do Garoto, em Lagoa Seca, fogem e Polícia Militar faz buscas para recapturar adolescentes

Jovem é preso com arma e drogas em comunidade de João Pessoa

Idosa de 103 anos tem alta após 20 dias internada com Covid-19 em João Pessoa

Homem é preso em Serra Branca transportando mais de 20 kg de maconha escondidos em rolos de tecido