Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Em Campina

Sargento da PM baleado pelo filho em Patos conversa com equipe médica e ainda não precisa de cirurgia, mas tem bala na medula

O sargento foi socorrido pelo Samu e relatou que foi baleado pelo filho de 13 anos, o qual ficou com raiva porque os pais o proibiram de jogar um jogo e o cobraram pelas notas baixas na escola.

O diretor técnico do Hospital de Trauma de Campina, Sebastião Vianna (foto), informou que policial está sem intubação, conversa com equipe médica, ainda não precisa de cirurgia, mas está com bala alojada na medula. (Foto: Reprodução/Vídeo)

Por

O sargento aposentado da Polícia Militar da Paraíba, Benedito da Silva Araújo, de 56 anos, baleado pelo filho, segue internado com quadro estável. O diretor técnico do Hospital de Trauma de Campina, Sebastião Vianna, informou na noite deste domingo (20) que o policial reformado está sem intubação, conversa com a equipe médica, ainda não precisa de cirurgia, mas está com bala alojada na medula.


"O paciente sofreu uma perfuração por arma de fogo na região torácica, na cidade de Patos. Teve que ser encaminhado para um hospital de maior complexidade que é o Hospital de Trauma de Campina Grande. No momento, o paciente encontra-se estável, está fora do tubo (não intubado), está contactando com toda a equipe, porém essa bala atingiu a medula desse paciente. Só teremos como dar um boletim com os dias subsequentes", relatou o médico em vídeo divulgado pela assessoria do hospital, ao qual o ClickPB teve acesso.

Ainda segundo o diretor técnico do Trauma de Campina, "no momento ele encontra-se totalmente estável, não precisa passar, neste momento, por nenhum procedimento cirúrgico. A equipe de neurocirurgia disse que, por hora, a conduta dele é expectante."

Violência em casa

O sargento foi socorrido pelo Samu e relatou, ontem (19), que foi baleado pelo filho de 13 anos, o qual teria ficado com raiva porque os pais o proibiram de jogar um jogo no celular e o cobraram pelas notas baixas na escola. O menino ainda teria baleado e assassinado a mãe e o irmão de 7 anos. O menor confessou toda a situação à polícia.

Saiba mais


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Polícia Civil prende suspeito de causar incêndio e manter mulher em cárcere privado na Paraíba

Colisão deixa dois carros destruídos no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa

Incêndio em galpão de reciclagem em Patos pode ter sido causado por fogos de artifícios de festejos juninos

Polícia apreende arma e dinheiro com procurado da Justiça por tráfico de drogas