Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Notícias Policiais

Editoria sobre Policial ir para editoria →

Operação Cifrão

Sesi da Paraíba é alvo de Operação contra lavagem de dinheiro deflagrada pela Polícia Federal, Gaeco e CGU

A Operação Cifrão cumpre 28 mandados de busca e apreensão nas cidades de Campina Grande, Queimadas e João Pessoa.

Operação do Gaeco na manhã desta quinta-feira (Foto: Walla Santos)

Por

A Polícia Federal, o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (GAECO), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal, deflagraram na manhã desta quinta-feria (2), uma operação para combater os crimes de de fraude à licitação, superfaturamento em obras, peculato e de lavagem de dinheiro no Departamento Regional do SESI/PB.

A Operação Cifrão cumpre 28 mandados de busca e apreensão nas cidades de Campina Grande, Queimadas e João Pessoa. 

As investigações mostram um superfaturamento superior a R$ 2 milhões em três obras de construção e reforma de Centros de Atividades do SESI, na Paraíba. Entre os alvos da operação estão empresas, empresários e funcionários do Sistema S. 


Ainda de acordo com as investigações, foi constatada a existência de vínculos entre os sócios das empresas contratadas e colaboradores e dirigentes do Sistema Indústria da Paraíba (FIEP, SESI, SENAI e o Instituto Euvaldo Lodi). Tamém foram constatadas movimentações financeiras entre as contas bancárias das empresas contratadas e de pessoas relacionadas, direta ou indiretamente, ao Sistema Indústria da Paraíba. 

Segundo a CGU, o desvio de recursos destinados ao Sesi acarreta prejuízo para toda a comunidade atendida Sistema, uma vez que a Instituição atende indústrias e trabalhadores em gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SST) e na promoção da saúde e educação dos trabalhadores, seus dependentes e comunidade, sendo tais atividades custeadas com contribuições das indústrias em percentuais incidentes sobre as folhas de pagamento de seus funcionários.


A operação conta com a participação de nove auditores da CGU e 96 policiais federais. As equipes utilizam equipamentos de proteção individual (EPI), para que não haja comprometimento das medidas de prevenção à disseminação do novo coronavírus.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Após criança ser baleada pelo irmão em Santa Rita, PM prende foragido da Justiça e apreende arsenal de armas e 635 munições

Policiais militares são assassinados a tiros por homem que se passava por Policial civil

Menina de oito anos fica ferida ao ser baleada pelo irmão dentro de casa em Santa Rita

Homem é assassinado a golpes de faca no município de Solânea, na Paraíba, neste sábado