Bastidores

Deputados descartam “prorrogação” dos mandatos de Temer e senadores

Para parlamentares do PSDB e DEM, proposta seria esdrúxula.

Pelo menos dois deputados federais da Paraíba já declararam ser radicalmente contra qualquer proposta de prorrogação do mandato do presidente da República, Michel Temer, dos governadores e senadores, pelo suposto interesse de unificar as eleições reduzindo custos.

Para o deputado tucano, Pedro Cunha Lima, não existe sequer boato de tal proposta nos corredores da câmara. “Não sei de onde as pessoas tiram isso”. E completou: “Seria uma proposta inconstitucional”, avaliou.

Outro que se manifestou pela inconstitucionalidade da ideia é o deputado Efraim Filho (DEM/PB), que sequer admitiu qualquer chance de discussão sobre o tema. “Não (não há possibilidade), é inconstitucional”, disse.

Após a insistência da coluna para que comentasse tal hipótese, Pedro Cunha Lima foi firme em descartar chances da suposta proposta prosperar. “Ainda que houvesse, que não acredito, uma prorrogação de mandatos, ela só poderia valer para a próxima eleição e não para quem está no mandato, isto seria inconstitucional”, reiterou.

O assunto acabou ganhando repercussão após coluna em vídeo do jornalista, Clilson Júnior, sobre a ideia de ampliar os mandatos.


Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaques

ver blog →

Quando a esquerda deixou de ser povo?

Senadores temem que prisões dentro da Casa se tornem hábito

Marcos Vinícius já é favorito na disputa pela presidência da CMJP

Uber: só no fim do mundo alguém poderia contestar