UFC

Amanda Nunes se retira do UFC 256 e luta contra Megan Anderson será remarcada para 2021

Campeã de duas divisões do UFC faria sua segunda defesa de cinturão no peso-pena.

Por

A segunda defesa de cinturão de Amanda Nunes no peso-pena vai ter de esperar até 2021. A lutadora baiana, campeã de duas divisões de peso no UFC, precisou se retirar da luta contra a australiana Megan Anderson no UFC 256 do próximo dia 12 de dezembro, segundo o site "Espn.com". Segundo a desafiante publicou nas redes sociais, o confronto está sendo remarcado para o ano que vem.

O motivo da saída de Amanda Nunes não foi divulgado até o momento da publicação desta matéria, mas Anderson, em sua publicação nas redes sociais, disse que desejava uma "rápida recuperação" à baiana.

Seria a segunda defesa do cinturão peso-pena (até 65,8kg) de Amanda Nunes. Em junho, ela derrotou a canadense Felicia Spencer em sua única luta de 2020. A baiana também é campeã do peso-galo (até 61,2kg), cujo cinturão já defendeu cinco vezes, a última delas em dezembro de 2019.

Sem Amanda Nunes x Felicia Spencer, a luta principal do evento deve se tornar a disputa do cinturão peso-galo masculino, entre o campeão Petr Yan e o desafiante Aljamain Sterling. O UFC ainda não anunciou oficialmente a mudança. 

Fonte: combate.com

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaques

ver blog →

Curtis Blaydes menospreza Derrick Lewis: "Ele é previsível, só tem um golpe"

Deiveson Figueiredo revela mágoa com Brandon Moreno: "Não vejo nível nele. Vou nocautear"

Maurício Shogun prega respeito a Paul Craig, e garante: “Nunca estive tão bem no UFC”

Glorinha de Paula vence e assina com o UFC, contender series termina com 37 contratados