UFC

Após derrota para Amanda Nunes, Megan Anderson não tem contrato renovado pelo UFC

Australiana, que revelou a dispensa em transmissão online feita na última terça-feira, disse que evento planeja acabar com a divisão peso-pena feminina. Organização nega a informação.

Por

A derrota para Amanda Nunes no UFC 259 encerrou o ciclo de Megan Anderson na organização. A lutadora revelou que a luta contra a Leoa foi a última do seu contrato com o evento, e que ele não será renovado. A informação foi confirmada pelo UFC ao site "MMA Fighting". Com três vitórias e três derrotas no octógono, Anderson disse estar em busca de um novo evento para se apresentar.

Também na transmissão, Anderson disse que o UFC planeja acabar com a divisão peso-pena, que atualmente tem apenas Amanda Nunes no seu ranking. A informação foi negada pelo UFC, e também por Dana White, que declarou na coletiva de imprensa após o UFC 259, que o peso-pena continuará a existir enquanto Amanda Nunes quiser defender o seu cinturão. Atualmente, apenas uma luta na categoria está marcada: Felicia Spencer x Danyelle Wolf, no dia 22 de maio. Segundo Megan Anderson, esta seria a última luta da categoria na organização, o que também foi negado pelo UFC.

Ex-campeã peso-pena do Invicta FC, Megan Anderson tem um cartel de 10 vitórias e cinco derrotas na carreira. No UFC, foi derotada por Holly Holm na sua estreia, e depois por Felicia Spencer e Amanda Nunes. Suas vitórias foram contra Cat Zingano, Zarah Fairn dos Santos e Norma Dummont.

Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

McGregor ameaça cancelar trilogia com Poirier após bate-boca com americano

Holly Holm espera revanche com Miesha Tate no UFC: "Sempre gosto de vingar as derrotas"

Ultimate encaminha luta entre Amanda Ribas e Angela Hill para o mês de maio

Francis Ngannou, Adesanya e Kamaru Usman levam África ao topo do UFC