UFC

Após lambança na luta entre Herman e Rodriguez, Dana White detona árbitro: "Pior que eu já vi"

Chris Tognoni viu inexistente golpe baixo sofrido por Herman, que tirou proveito da situação e venceu o duelo. Derrotado injustamente, Rodriguez vai receber bolsa equivalente à da vitória.

Por

Árbitro central da luta entre Ed Herman e Mike Rodriguez, sediada no UFC do último sábado, em Las Vegas (EUA), Chris Tognoni conheceu a fúria de Dana White, presidente do Ultimate. Enfurecido, o mandatário detonou o juiz na coletiva de imprensa realizada minutos após o evento.

Dana White criticou Tognoni, que enxergou um inexistente golpe baixo em Ed Herman, que havia sido atingido nas costelas e se dobrou no chão. O certo seria decretar o nocaute técnico a favor de Rodriguez, porém, o juiz concedeu tempo para "Short Fuse" se recuperar da suposta joelhada nas partes íntimas - e para piorar o cenário, Herman venceu por finalização no terceiro round.

- É difícil não bater nesse cara, é o pior que eu já vi. É de uma mer** de nível (Steve) Mazzagatti (ex-árbitro e tradicional alvo de críticas de Dana White). Essa foi uma das piores coisas que eu já vi. O garoto ia vencer por nocaute ou nocaute técnico e perdeu a luta. Foi repugnante. (...) Ninguém nunca estragou mais do que Mazzagatti, e aquele foi um momento Mazzagatti. A luta tinha acabado.

Dana White também reclamou da impossibilidade de utilização do replay para mudar a atitude do árbitro. No estado de Nevada, onde aconteceu o evento, o replay só é permitido após um cenário em que a luta acaba e, neste caso, havia sido apenas uma infração.

- Eu falei sobre isso hoje (sábado) à noite com a Comissão Atlética de Nevada. Temos que ter replay. É só olhar a mer** do replay, que está sendo reproduzido seis mil vezes enquanto Herman está no chão e falar: "Cometi um erro". Não só isso aconteceu, mas ele disse: "Tempo". E Mike Rodriguez respondeu: "Tempo? O que você quer dizer com tempo? A luta acabou". E a luta começou novamente. Rodriguez o derrubou, acertou 15 socos e cotoveladas e ele ainda não parou.

Empresário de Mike Rodriguez, Tyson Chartier declarou que pretende entrar com recurso, porém, é improvável que o resultado seja anulado. O alento fica por conta da remuneração: Dana White afirmou que vai pagar a bolsa de vitória para o atleta.

- Fiquei preocupado com o braço dele. O garoto foi roubado daquele jeito e ainda poderia ter o braço quebrado. Mas ele está bem, o que é incrível. E vamos dar a Mike a bolsa da vitória, porque ele venceu essa luta de mer**.


Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Leon Edwards testa positivo para Covid-19 e luta contra Khamzat Chimaev é cancelada

Campeã olímpica e mundial de boxe, Claressa Shields assina com a PFL para estrear no MMA

Após finalizar no primeiro round, Anderson Berinja pede vaga no card de McGregor x Poirier

"Quem vende mais ingressos recebe o title-shot", diz Derrick Lewis antes de luta contra Blaydes