UFC

Conor McGregor é proibido de dirigir por seis meses na Irlanda por excesso de velocidade

Ex-campeão do UFC, que foi flagrado dirigindo a 154km/h em uma zona que permite até 96km/h, também foi multado em cerca de R$ 4.344: "Eu não sabia que estava indo tão rápido".

Por

Conor McGregor terá que andar de motorista na Irlanda. O ex-campeão peso-leve e peso-pena do UFC foi proibido de dirigir por seis meses, depois de se declarar culpado por excesso de velocidade. O lutador de 30 anos admitiu ter dirigido a 154km/h em uma zona que permite até 96km/h, em outubro de 2017, em County Kildare, na Irlanda. McGregor também foi multado em 880 libras, cerca de R$ 4.344.

McGregor foi convocado a comparecer ao Tribunal Distrital de Naas para enfrentar quatro acusações: excesso de velocidade, dirigir sem licença, deixar de apresentar uma licença no local, e deixar de apresenta-la posteriormente em um posto policial. Ele se declarou culpado apenas por excesso de velocidade, e as três acusações relacionadas à licença foram retiradas depois que ficou demonstrado que Conor a possui.

- Eu não sabia que estava indo tão rápido - afirmou o lutador, segundo reportagem do site “RTE”.

O sargento Michael Keevans, que estava no local no momento em que o lutador foi parado, disse no tribunal que McGregor foi educado e pediu desculpas. Um aviso de multa que chegou para Conor não foi pago. Ele alegou que outra pessoa deveria ter feito o pagamento, e não soube dizer porque não houve.

O tribunal destacou que Conor McGregor tem 12 condenações anteriores por infracções de trânsito. Elas incluem excesso de velocidade, dirigir segurando telefone celular, dirigir numa faixa de ônibus e avançar sinal vermelho. Sua última aparição foi no Tribunal Distrital de Blanchardstown, no ano passado.

O advogado de McGregor disse ao tribunal que toda a publicidade negativa em torno do caso já seria uma punição por si só. No entanto, o juiz Desmond Zaidan multou-o e o proibiu de dirigir por seis meses. Depois disso, McGregor reconheceu que tinha que "dirigir de forma mais segura". O juiz ainda disse a McGregor que ele teve sorte de não enfrentar acusações mais sérias.

Conor McGregor esteve em ação no octógono em outubro, no UFC 229, quando foi derrotado por Khabib Nurmagomedov.

Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Curtinhas: Nick Diaz desmente White e nega retorno ao UFC

Dana White exalta coração de Dan Hooker e talento de Edson Barboza: "Ele é mau"

Ronaldo Jacaré reclama de promessa de "title shot" para Spider: "Está vindo de doping"

Marlon Moraes defende que luta com Raphael Assunção valha cinturão interino dos pesos-galos