Nocaute

Conor McGregor reclama de demora do UFC: “Preciso de uma decisão logo”

Apesar do que Dana White tem dito, Conor McGregor parece ansioso para lutar novamente. Enquanto o presidente do UFC repetiu […]

Conor McGregor reclama de demora do UFC: "Preciso de uma decisão logo"

Apesar do que Dana White tem dito, Conor McGregor parece ansioso para lutar novamente. Enquanto o presidente do UFC repetiu recentemente que o lutador irlandês não voltava ao octógono porque tem muito dinheiro, o ex-campeão dos pesos-penas (65,8kg) e dos leves (70,3kg) comunicou aos fãs nesta terça-feira que segue esperançoso em fazer seu retorno ao MMA em junho e demonstrou impaciência pela indefinição da data para enfrentar Michael Chandler, seu próximo adversário.

O astro irlandês respondeu a perguntas de seguidores no Instagram e, claro, surgiram indagações sobre quando McGregor enfim lutaria novamente – ele não entra em ação desde julho de 2021, quando quebrou a perna em ação contra Dustin Poirier no UFC 264. McGregor redigiu uma longa resposta.

“Ainda estou guardando esperanças para 29 de junho. A falta de ação sobre isso, no entanto, agora está causando falta de entusiasmo. Preciso de uma decisão logo. Sou o atleta mais testado dentro deste novo regime. Ainda assim, nenhuma data para lutar. O jogo está um pouco fraco no momento, o que não ajuda. Espero que esses próximos cards estourem e eu receba uma data. Elimine as distrações e comece o trabalho de verdade”, escreveu McGregor.

O ex-campeão de duas divisões também declarou que gostaria de fazer uma trilogia contra Nate Diaz no UFC 306, marcado para 14 de setembro, Dia da Independência do México, no Sphere, arena de Las Vegas em formato de uma esfera gigante. “Eu pedi por isso no Dia da Independência mexicana no Sphere. Chandler em junho, Diaz em setembro. Eu já deixei isso claro”, sublinhou.

Apesar de dizer que “o jogo está um pouco fraco”, McGregor elogiou o card do UFC 300, marcado para 13 de abril – evento que muitos esperavam que fosse marcar seu retorno. “Eu adorei! Eles fizeram um trabalho tremendo sob um timing difícil. Muito impressionante. Umas lutas de arrebentar no card.”

Por outro lado, o irlandês manteve acesa a chama de uma luta de boxe contra Manny Pacquiao – recentemente, o astro foi visto tentando convencer dirigentes da Arábia Saudita a promoverem o confronto. “Ainda pode rolar. Pode ser em dezembro. Os sauditas estão mudando o jogo no mercado, 100%”, concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Combate

COMPARTILHE

Bombando em Nocaute

1

Nocaute

Jiri Prochazka pede revanche com Alex Poatan “o mais rápido possível”

2

Nocaute

“Pensei que tinha apagado”, diz Charles do Bronx sobre Tsarukyan no UFC 300

3

Nocaute

UFC 300: Poatan nocauteia Jamahal Hill no primeiro round e pede vaga no UFC Rio

4

Nocaute

PFL: após “correria” em 2023, Bruno Robusto aposta no planejamento para faturar título

5

Nocaute

Patricky Pitbull sobre rival na estreia na PFL: “Espero que caia babando”