UFC

Cory Sandhagen se vê pronto para disputar o cinturão e diz ser melhor que o campeão Petr Yan

Peso-galo agradece lição recebida em derrota para Aljamain Sterling e lamenta ter visto o ídolo Frankie Edgar desorientado após aplicar sobre ele o nocaute histórico no UFC do último sábado.

Por

A vitória sobre Frankie Edgar com um nocaute histórico em apenas 28s de luta no último sábado deu a Cory Sandhagen a certeza de que está pronto para disputar o cinturão dos pesos-galos do UFC. Em entrevista coletiva após o evento, em Las Vegas (EUA), o lutador disse ser melhor que o campeão, o russo Petr Yan, e agradeceu a lição recebida na derrota por nocaute para Aljamain Sterling, que segundo ele o mudou radicalmente.

- Acho que sou melhor do que Petr Yan. Se ele vencer, quero enfrentá-lo. A mesma coisa com Sterling. Sou um animal diferente, vocês viram nas duas últimas lutas. Eu mudei muito desde a minha luta contra Aljamain Sterling. Fico feliz que ele tenha me ensinado aquela lição, mas na próxima vez em que nos enfrentarmos, vou machucá-lo. Quero o vencedor de Yan x Sterling em julho ou quando o UFC desejar. Tenho que ser o próximo desafiante. Não tem ninguém que mereça isso mais do que eu, especialmente depois do que fiz contra Frankie Edgar.

Perguntado sobre o nocaute aplicado através de uma joelhada voadora devastadora, Sandhagen foi sincero ao dizer que, em uma luta de MMA profissional, especialmente no UFC, qualquer um dos dois lutadores está sujeito a ser vítima de um golpe como aquele. Mas o americano não escondeu o incômodo em ver Frankie Edgar, um de seus ídolos, ter dificuldades de se levantar após ser nocauteado.

- Fico feliz que tenha sido ele, e não eu. Isso aqui não é brincadeira. Mas não é bom ver alguém ter que se agarrar na grade para se levantar, e estar completamente desorientado. Especialmente quando esse cara é Frankie Edgar, que é amado por todo mundo, inclusive por mim.

Sandhagen também foi direto ao ser perguntado se estaria no seu auge após a vitória sobre Frankie Edgar. Na sua opinião, ele ainda está longe de chegar ao topo do seu desenvolvimento no esporte.

- Não acho que eu saiba tanto sobre o MMA. Na minha opinião, quanto mais eu evoluo, mais eu vejo o quanto eu ainda tenho a crescer em determinados pontos. Isso é bom, porque comparativamente sei que sou bem melhor que muita gente. Estou sempre aprendendo, e não estou nem perto dos meus 100%. Há muito a aprender nesse esporte, e acho que nunca vou saber tudo.


Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Megan Anderson cita envergadura e potência física como desafios a Amanda Nunes no sábado

Às vésperas de defesa de título no UFC, Amanda Nunes admite: "Já fiz tudo o que queria no esporte"

Jon Jones ironiza luta peso-pesado no UFC: "Melhor esses meninos se acostumarem a acelerar o ritmo"

Dana White: Jéssica Bate-Estaca desafia Valentina Shevchenko pelo cinturão no UFC 261