UFC

Dana White vibra com renovação da divisão dos moscas: “Uma das mais emocionantes do UFC”

Combate entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno no último sábado empolgou Dana White, que relembrou o pouco interesse que a categoria gerava até pouco tempo atrás.

Por

Até pouco tempo atrás, a divisão dos moscas do UFC era uma das categorias menos atrativas do UFC, mesmo com o incrível reinado de Demetrious Johnson. Prova disso é que o “Mighty Mouse” foi envolvido em uma troca por Ben Askren com o ONE Championship, e os rumores de que a categoria iria acabar só aumentava.

Mas, após o sucesso de Henry Cejudo, que desbancou Johnson e conquistou o título, e as ótimas atuações recentes de Deiveson Figueiredo, tudo mudou.

E quem comemorou foi Dana White. Após o duelo entre Deiveson e Brandon Moreno no último sábado, no UFC 256, o dirigente se animou com os novos rumos da divisão, mas creditou este sucesso a Mick Maynard, matchmaker responsável pela contratação e casamento dos combates.

- Eu tenho que dar os créditos ao Mick. Ele reestruturou e reconstruiu esta categoria e ela se tornou uma das divisões mais emocionantes do UFC agora. Esta noite, eles fizeram uma potencial “luta do ano” e uma provável maior luta da história desta categoria. Então, parabéns a Mick. Ele teve algumas ideias, queria fazer alguns ajustes na categoria. Ele fez e aqui estamos hoje.

Dana relembrou que, até pouco tempo atrás, era grande o desinteresse pelos combates da divisão mais leve masculina.

- Nós todos sabemos que ninguém se importava com ela. Eu sentava aqui nas coletivas de imprensa antes da luta dizendo para todos que vocês precisavam assistir esta categoria, e que ela tinha grandes lutas, mas as pessoas não davam a mínima. Você não pode obrigar os outros a gostar. Eles gostam ou não.

O dirigente aproveitou para elogiar o desempenho de Brandon Moreno, que fez cinco rounds contra o campeão Deiveson Figueiredo e conseguiu empatar com o brasileiro.

- No corpo, na cabeça, os golpes que ele estava tomando… É engraçado, porque no início da semana ele estava dizendo pra todo mundo que o herói dele é o Julio Cesar Chavez, e é isso que ele quer, quando as pessoas se lembrarem dele e da sua carreira, ele quer ser lembrado como um Julio Cesar Chavez. Quando você olha para um típico lutador mexicano, Moreno é o protótipo. Ele é exatamente o que você pensa quando lembra de um lutador mexicano de verdade. Ele esteve incrível esta noite.

Dana White avisou que pretende promover um novo combate entre os dois lutadores no próximo ano, mas ressaltou que esta não é sua prioridade no momento.

- Possivelmente vamos fazer essa revanche. Uma outra luta divertida para todos aguardarmos para 2021. Estes caras lutaram duas vezes em três semanas. Eles precisam de um tempo. E podem ter o tempo que eles precisarem.

Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Carlos Boi minimiza poder de nocaute de Justin Tafa: "É um jogo fácil de mapear"

Evento principal do UFC, Calvin Kattar é dono de organização de MMA e apaixonado pelo Brasil

Dana White: Whittaker "terá que lutar contra outra pessoa" antes da disputa pelo título do UFC

Dana aponta luta entre Justin Gaethje e Do Bronx, e brasileiro é evasivo: "Vamos ver no que dá"