UFC

Paige VanZant diz que ganha mais com página para fãs e no boxe sem luvas do que no UFC

Lutadora americana ressalta que há vida longe do Ultimate, e já não se preocupa com condição financeira para a aposentadoria. VanZant luta no BKFC no próximo dia 23, contra Rachel Ostovich.

Por

Aos 27 anos, Paige VanZant garante que não se preocupa financeiramente com o futuro. O dinheiro que tem acumulado, seja agora nos ringues do Bare Knuckle FC, ou mesmo no site de conteúdo exclusivo para os fãs, será suficiente para que não se preocupe profissionalmente com o que vem a seguir após encerrar sua trajetória na luta - o que ainda está longe.

Depois de chegar ao Ultimate em 2014 com apenas quatro lutas na carreira, VanZant logo foi alçada ao posto de estrela, mas os resultados nunca engrenaram. Foram cinco vitórias e quatro derrotas entre o peso-palha (até 52kg) e o peso-mosca (até 56kg). Além disso, ela sempre criticou os ganhos financeiros na organização. Assim que o contrato terminou no ano passado, com derrota para Amanda Ribas, ela encerrou sua trajetória no Ultimate.

- Eu era um agente livre aos 26 anos. Era muito jovem. Foi desesperador saber que estava deixando a maior potência dos esportes de combate. Mas agora sei que foi a melhor decisão que já tomei. Desde que saí, tenho visto vários lutadores deixarem o UFC - e não é necessariamente um desprezo com o UFC, mas acho que é mais um despertar nos lutadores sabendo que há dinheiro lá fora e que vamos ser compensados pelo que estamos fazendo - disse VanZant ao site “MMA Fighting”.

Mas não bastasse os ganhos com o BKFC, Paige VanZant ainda lançou um site onde os fãs assinam conteúdos exclusivos. O sucesso com a página tem feito grande diferença financeira na vida da lutadora americana. Ela revelou que ganha mais dinheiro com as assinaturas em um mês do que todo o seu contrato com o BKFC.

- Estou compartilhando o que me deixa confortável. Estou compartilhando tanto quanto eu quero. É meu site. É minha experiência. É para os fãs. Muitas pessoas me pediram para fazer algo assim, o site de conteúdo exclusivo é um lugar onde posso me comunicar cara a cara com absolutamente cada um dos meus assinantes, e não posso fazer isso no Instagram. Tenho quase 3 milhões de seguidores no Instagram, Twitter, Facebook e todas essas outras coisas.

- Vou dizer que, quando assinei com o BKFC, o boxe sem luvas, estava ganhando mais dinheiro do que ganhei em toda a minha carreira no UFC. Agora estou ganhando mais dinheiro do que todo o meu contrato com o BKFC em um mês. É muito louco.

No próximo dia 23, Paige faz sua segunda luta no boxe sem luvas. Ela enfrenta Rachel Ostovich, rival que já finalizou no UFC. Elas vão liderar o card. Paige avisa que, quando parar de lutar, não estará preocupada com o capítulo seguinte.

- Não preciso, quando terminar de lutar, conseguir um emprego e ter que voltar a trabalhar. Não estou planejando para quando me aposentar ir para a faculdade ou tentar descobrir o que vem por aí na minha vida. Posso apenas lutar e economizar dinheiro e planejar quando quiser me aposentar, posso simplesmente me aposentar.

Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Amanda Nunes testa positivo para Covid-19 e luta com Julianna Peña é cancelada

Patrício Pitbull não vê luta com McKee como maior da história do Bellator e quer ter três cinturões

TJ Dillashaw manda recado a Sterling e a Petr Yan: "Quero meu cinturão de volta"

Miesha Tate aparece em oitavo no ranking do UFC após vitória contra Reneau