UFC

Taila Santos se recupera com atuação dominante e vence Molly McCann no "UFC: Kattar x Ige"

Peso-mosca brasileira revelada no Contender Series admite nervosismo em derrota na estreia e não dá chances à inglesa em três rounds de muita trocação.

Por

Após uma estreia decepcionante no Ultimate, a brasileira Taila Santos mostrou por que está no evento nesta quarta-feira. A lutadora peso-mosca catarinense dominou a experiente inglesa Molly McCann, que vinha de três vitórias consecutivas, incluindo duas sobre atletas brasileiras. Taila saiu vitoriosa por decisão unânime dos juízes (triplo 30-27), no card principal do "UFC: Kattar x Ige", na "Ilha da Luta" de Abu Dhabi.

Após a luta, Taila admitiu que não havia rendido o que poderia em sua estreia, uma derrota em Fortaleza em fevereiro de 2019, mas garantiu agora estar pronta para desempenhar com qualidade no octógono.

- Na minha estreia, estava muito nervosa, fiquei muito impactada com a grandeza do evento, não me soltei e não dei nem 10% do que sou. Mas hoje estava focada e muito mais concentrada na minha vitória. Esta luta me dá muita confiança. A Molly é uma menina dura, vem sempre para cima, bem colocada no ranking, fico muito feliz com esta vitória - comentou a brasileira.

Taila mostrou que o estudo foi bem feito e não deixou Molly ditar o ritmo da luta. Ela começou o combate jogando diretos e tentando chutes para forçar a inglesa a andar para trás. Aos poucos, McCann conseguiu circular e entrar e sair do raio de ação da brasileira, inclusive cortou seu supercílio esquerdo com um overhand. Entretanto, Taila seguiu agressiva, acertou bons golpes no clinche do muay thai e ainda impôs duas bonitas quedas no primeiro round, que ela claramente venceu.

A pedidos do treinador Marcelo Brigadeiro, Taila seguiu apostando em chutes, seja na perna ou no alto. McCann logo passou a buscar uma queda no single leg. Mas a brasileira mostrou boa defesa e voltou a aproveitar o clinche para desferir boas joelhadas. Ela derrubou a inglesa outra vez e passou à montada com mais de metade do round por vir. Taila atacou um triângulo de mão, mas não conseguiu finalizar. Voltou a montar e a atropelou pelo resto do assalto.

Taila foi mais paciente no terceiro round, mas ainda assim era mais precisa e violenta que a adversária. Quando começava a ficar mais difícil de acertar McCann, a brasileira foi nas pernas e conseguiu sua quinta queda na luta. Ela novamente obteve a montada nos segundos finais e terminou a luta batendo muito na britânica.

Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Renan Barão assina com o Taura MMA e fará estreia no dia 21 de novembro, em Atlantic City

Próxima desafiante, Jennifer Maia prevê "espetáculo de luta" contra Valentina Shevchenko

Marcus Buchecha assina contrato com a companhia asiática ONE Championship

Vitor Belfort dá recado direto a Wanderlei Silva: "Você vai levar uma surra merecida"