UFC

Treinador de Jéssica Bate-Estaca diz que lutadora ficou "ansiosa para despachar a chinesa"

Entretanto, o treinador de Jéssica, Gilliard Paraná, líder da equipe PRVT, contou que o plano era iniciar o confronto de forma mais cautelosa.

Por

O reinado de Jéssica Bate-Estaca no peso-palha chegou ao fim no último sábado, quando foi nocauteada em apenas 42 segundos por Weili Zhang no UFC Shenzhen, em sua primeira tentativa de defender o cinturão da divisão até 52kg. O estilo agressivo que a brasileira costuma imprimir em suas lutas não funcionou diante da chinesa, que conectou os melhores golpes e liquidou a fatura de forma rápida.

Entretanto, o treinador de Jéssica, Gilliard Paraná, líder da equipe PRVT, contou que o plano era iniciar o confronto de forma mais cautelosa. Ele acredita que a ansiedade atrapalhou sua pupila. Segundo ele, os comentários de que a lutadora teria vencido Rose Namajunas, em maio, por sorte, fizeram com que ela quisesse vencer o duelo de forma mais dominante desta vez.

- Acho que acabou ficando ansiosa realmente para despachar logo a chinesa. Mas assim como ela caiu, a chinesa poderia ter caído. Não acho que foi tanto um erro. Luta é assim mesmo. Às vezes dá certo, às vezes não - afirmou Paraná, em entrevista.

Na conversa com a reportagem, o treinador ainda rechaçou que Jéssica possa ter entrado de salto alto, projetou o retorno dela para dezembro deste ano e apontou Nina Ansaroff como um bom nome para Bate-Estaca em seu próximo compromisso.



Fonte: Combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Stephen Thompson prega respeito ao brasileiro Vicente Luque: "Não se pode subestimá-lo"

Escalado para lutar em Wembley, Luis Henrique KLB garante: "Vou finalizar no segundo round"

Colby Covington reclama de "bolsa de desafiante" oferecida pelo UFC: "Sou o campeão, não perdi"

Khabib Nurmagomedov finaliza Poirier e unifica títulos dos leves no UFC 242