UFC

Valentina fala sobre Amanda: "Vai acontecer em alguma hora"

Depois da vitória, a campeã do peso-mosca recebeu o carinho de Halle Berry, estrela de Hollywood, e disse ter estudado bem a oponente do UFC 247.

Por

Até o momento do nocaute que definiu sua vitória no UFC 247 da madrugada de domingo, Valentina Shevchenko impressionou a todos pelo controle total na troca de golpes contra uma adversária mais alta como Katlyn Chookagian. Mesmo com menor envergadura, Chookagian não achou a campeã na trocação e também foi dominada nas tentativas de queda de Shevchenko, quase todas com sucesso.

- Eu estudei todos os truques da Katlyn, principalmente os chutes dela. A maneira de olhar para o lado na hora de chutar. Então eu estava muito preparada. No começo da luta, quis sentir a força dela. E antes a ouvi demais falando sobre sua altura, da distância nos golpes, e eu nunca tinha lutado contra alguém daquela altura. (...) No fim do primeiro round, consegui achar uma boa cotovelada que abriu um corte grande nela. (...) Eu e meu treinador sempre treinamos essa questão sensível da distância. Como equilibrar. Nunca fico pensando o que tenho que fazer, só deixo meu corpo me levar. Meu corpo sabe o que fazer - filosofou a campeã após a luta.

A campeã do peso-mosca exerceu domínio tão claro sobre Katlyn Chookagian que os jornalistas, na entrevista coletiva após a vitória, se interessaram mais em perguntar sobre os próximos passos do que sobre a luta em si. Valentina superou Chookagian por nocaute no terceiro round e já projeta limpar o que resta da categoria, além de tentar vôos mais altos, como uma possível luta contra a brasileira Amanda Nunes na divisão de cima.

- Vi agora o ranking da minha categoria e tenho boas opções nas primeiras posições: Joanne Calderwood, Jennifer Maia e Roxanne Modafferi. (...) Só gostaria de continuar a defender meu cinturão, mas não quero desperdiçar as oportunidades que podem surgir. Essa luta contra Amanda Nunes é exatamente isso. Eu quero, ela quer, então em algum momento isso vai acontecer, tenho certeza - disse Valentina, que já foi derrotada duas vezes por Amanda.

- Vi agora o ranking da minha categoria e tenho boas opções nas primeiras posições: Joanne Calderwood, Jennifer Maia e Roxanne Modafferi. (...) Só gostaria de continuar a defender meu cinturão, mas não quero desperdiçar as oportunidades que podem surgir. Essa luta contra Amanda Nunes é exatamente isso. Eu quero, ela quer, então em algum momento isso vai acontecer, tenho certeza - disse Valentina, que já foi derrotada duas vezes por Amanda.

Logo depois da vitória, Valentina já estava radiante com o resultado no saguão da arena de Houston e ganhou um motivo extra para ficar ainda mais feliz. A campeã do peso-mosca recebeu o abraço e os parabéns da estrela de cinema Halle Berry, que assistiu à luta e é uma grande fã da carreira de Shevchenko.

- Eu só faço o que amo, que são artes marciais. Isso não é meu trabalho, é meu amor, minha vida, minha filosofia. Foi especial para mim, me encontrar com Halle Berry. Ela é uma pessoa incrível. Ela chegou antes da luta e me deu boa sorte, e essa foi uma grande sensação. Já tínhamos nos encontrado meses antes e tinha sido muito legal também.

Fonte: combate.com

Comentários (0)

Comentar

Destaques

ver blog →

Conor McGregor critica decisão de Khabib Nurmagomedov de sair de luta do UFC 249: "Parabéns Tony"

Khabib desabafa e descarta luta contra Ferguson no UFC 249: "Coloquem-se no meu lugar"

Lesionada, Valentina Schevchenko está fora do card do UFC 251 em junho

Khabib revela não ter saído da Rússia e UFC 249 deve prosseguir sem a sua presença