Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Exceção

Aeroporto reinaugurado por Bolsonaro só permitiu pouso de jato de sertanejo Gusttavo Lima

Pista segue operando com restrições para aeronaves de empresas como Gol e Azul e não recebe voos noturnos, mas uma exceção foi aberta ao cantor.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) reinaugurou aeroporto em Passo Fundo (Foto: Alan Santos / PR)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O aeroporto Lauro Kurtz, reinaugurado em Passo Fundo (RS) com festa por Jair Bolsonaro na semana passada, ainda não funciona em sua plenitude. Ele não pode receber jatos como os das empresas Gol e Azul, que adiaram o retorno às operações, e não permite pousos e decolagens no período noturno.

Apesar do barulho em torno do evento, apenas aeronaves turboélices ou com motor de hélice convencional podem pousar na pista -durante o dia.

Uma exceção, porém, foi aberta ao jatinho do cantor sertanejo Gusttavo Lima, que conseguiu pousar na cidade na noite do dia 8 para fazer um show. O privilégio causou perplexidade e repercutiu na mídia local.

A operação foi possível graças à emissão de uma Notam -documento divulgado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), ligado ao Ministério da Defesa- permitindo pousos e decolagens no aeroporto por algumas horas entre a noite de sexta (8) e a madrugada de sábado (9) -justamente quando o jatinho de Gusttavo Lima precisou usar o espaço.

A Infraero, responsável pela administração do aeroporto, diz que recebeu um pedido para operação na data. "Após análise da demanda, foram ajustados os protocolos de segurança em conjunto com o órgão regulador e o operador aéreo, e dessa forma efetivou-se o atendimento excepcional", afirmou a empresa.

A Infraero também disse que está empenhada na elaboração de um "Plano de Ação em conjunto com o Estado" para receber autorização de voos noturnos.

O aeroporto estava fechado desde janeiro de 2021 para reformas. O governo federal investiu R$ 45 milhões em melhorias. As obras realizadas no aeroporto contemplaram também um novo terminal, que passou a ter capacidade de atender 300 passageiros nos horários de pico. O espaço, porém, segue vazio, já que as aeronaves de maior porte ainda não estão operando no local.

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) disse que a liberação para o funcionamento pleno do aeroporto depende de dois fatores. Para permitir os voos de jatos, é preciso que a Infraero apresente a homologação de um sistema implantado na pista chamado Papi, que auxilia visualmente os pilotos na aproximação durante o pouso.

E para o funcionamento noturno, é preciso que a empresa comprove que corrigiu deficiências nas cercas e grades instaladas no entorno do aeroporto. Isso é importante para evitar a entrada de pessoas não autorizada ou animais na pista.

A Azul informou que voltará a atuar no aeroporto no dia 25 de abril. Já a Gol disse, em nota, que planeja retomar a operação na cidade apenas em 17 de junho.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Moraes será relator de ação contra Bolsonaro sobre varíola dos macacos no STF

Quase 500 crianças são registradas por dia sem o nome do pai no Brasil

Prêmio da Mega-Sena vai para quatro apostadores e cada bilhete ganhador vai receber mais de R$ 6 milhões

Dia dos Pais: entenda origem da data no Brasil e no mundo