Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brincadeira

"Após facada, não é gripezinha que vai me derrubar", diz Bolsonaro sobre coronavírus

Bolsonaro volta a minimizar pandemia e chama Covid-19 de 'gripezinha'.

No Brasil, pelo menos 904 foram infectadas pelo novo coronavírus e onze já morreram Leandro Prazeres, Gustavo Maia e Daniel Gullino (Foto: reprodução)

Por

Indagado sobre seu estado de saúde, o presidente Jair Bolsonaro voltou a minimizar, nesta sexta-feira, a gravidade da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, e chamou a doença de "gripezinha". No Brasil, pelo menos 904 foram infectadas e onze já morreram. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença já infectou 209 mil pessoas e matou 8,7 mil.

— Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar — afirmou Bolsonaro, referindo-se à facada que recebeu durante a campanha presidencial em 2018.

A saúde de Bolsonaro vem sendo alvo de especulação depois que pelo menos 22 pessoas que tiveram contato com o presidente durante uma viagem aos Estados Unidos e que testaram positivo para a doença. Nos últimos dias, Bolsonaro anunciou que se submeteu a dois exames e que ambos deram negativo para a Covid-19.

Questionado sobre se, diante do número de pessoas que testaram positivo para a doença e que tiveram contato com ele, Bolsonaro disse que poderia se submeter a um novo exame.

— Posso me submeter a outro exame, de acordo com orientação médica — afirmou.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Brasil supera Espanha e se torna o 5º país com mais mortes por coronavírus

Polícia Federal pede ao STF mais 30 dias para concluir investigação sobre interferência de Bolsonaro

Reinaldo Gottino volta à Record após atritos ao vivo na CNN Brasil

Aracy Balabanian deixa hospital após ser internada com insuficiência respiratória