Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Crime

Após tentar estuprar menina, padrasto mata dois enteados a facadas

Enquanto o homem tentava molestar a criança de 13 anos, o irmão, de 11, apareceu para protegê-la. Ambos acabaram assassinados.

Segundo informações da Polícia Civil, o criminoso foi preso após ser agredido por moradores da Vila Holandesa, bairro onde aconteceu o duplo assassinato. (Foto: Arquivo)

Por

Um crime chocou a região de Moreno, em Recife, na manhã desta quinta-feira (3/1). Após tentar estuprar a enteada, o padrasto de um menino de 11 anos e da menina de 13 matou os dois a facadas. De acordo com a Polícia Civil, enquanto o homem tentava molestar a garota, o irmão dela apareceu para impedir o ato. Ambos acabaram assassinados. A informação é da Folha de Pernambuco.

A mãe das crianças não estava em casa durante o crime. O padrasto, de 28 anos, que estava drogado, aproveitou a ausência da mulher para molestar a enteada. Quando o menino de 11 anos chegou para protegê-la, Robson José dos Prazeres matou os dois. As crianças chegaram a fugir do local, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

Segundo informações da Polícia Civil, o criminoso foi preso após ser agredido por moradores da Vila Holandesa, bairro onde aconteceu o duplo assassinato. O casal de irmãos eram filhos de um primeiro relacionamento da atual companheira de Robson, com quem o assassino tem mais dois filhos: de 5 e de 9 anos. Os filhos de Robson e da mãe das crianças assassinadas estavam na casa no momento do crime, mas conseguiram escapar do ataque do pai.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Em missa de 7º dia em Paraisópolis, padre pede ações mais inteligentes em favelas

Justiça autoriza soltar mulher suspeita de injúria racial sob fiança de R$ 10 mil

Dois indígenas são mortos em atentado no Maranhão

Bolsonaro pede revogação de medida que excluiu atividades de MEI