Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

Brasil tem 775 mortos pelo novo coronavírus em 24 horas

As informações são coletadas diretamente com as secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Desde o início da pandemia, são 108.536 óbitos acumulados e 3.359.570 casos confirmados no país, de acordo com o governo federal. (Foto: Reprodução)

Por

SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — O Brasil teve o registro de 775 mortes em razão da pandemia do novo coronavírus nesta segunda-feira (17). Foram detectados 23.236 novos infectados nas últimas 24 horas.

O país acumula 108.654 óbitos por Covid-19 e 3.363.235 infectados.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha de S.Paulo também divulga a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 971, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados.

O Brasil registra uma taxa de 50 mortos por 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortos, e o Reino Unido, ambos à frente do Brasil na pandemia (ou seja, começaram a sofrer com o problema antes), têm 51 e 69 mortos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

O México, que ultrapassou o Reino Unido em número de mortos, tem 42 mortes para cada 100 mil habitantes. Recentemente, a Índia, com 49.036 óbitos, também passou o Reino Unido em número de mortos.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 12 mortes por 100 mil habitantes.

Segundo o Ministério da Saúde, em dados divulgados nesta segunda-feira (17), foram registrados 19.373 casos de infecção pelo novo coronavírus e 684 mortes em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas.

Desde o início da pandemia, são 108.536 óbitos acumulados e 3.359.570 casos confirmados no país, de acordo com o governo federal.

Entre os estados, São Paulo ainda soma o maior número total de registros –são 702.665 casos e 26.899 mortes. Em seguida na lista, aparecem Bahia, Ceará e Rio de Janeiro.
No período, 2.478.494 pessoas se curaram da doença.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

'Arrasado pela perda de minha amiga', diz diretor ferido por disparo de Alec Baldwin

​Homem ameaça banhista com um jacaré em praia no Rio de Janeiro

Bolsonaro deve R$ 80 mil por não usar máscara no Maranhão

Pamella Holanda diz não se sentir segura com soltura de DJ Ivis após 3 meses