Rio de Janeiro

Chuva deixa dois idosos mortos em asilo e causa a saída de 300 pessoas de casa em Angra dos Reis

Em alguns pontos da cidade, a água chegou a 3 metros de altura devido ao temporal aliado a maré-cheia; prefeitura recebe doações.

Chuva deixa dois idosos mortos em asilo e causa a saída de 300 pessoas de casa em Angra dos Reis

Temporal provocou rastro de destruição em Angra dos Reis (RJ) — Foto:Divulgação/Prefeitura de Angra dos Reis

Duas pessoas morreram em decorrência da chuva que atingiu Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, neste sábado (9). Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas são um casal de idosos, que estava em um asilo privado, no bairro do Bracuí. Além dos óbitos, cerca de 300 pessoas foram retiradas de casa e estão desabrigadas.

A tragédia foi consequência do alto índice pluviométrico — a chuva atingiu 250 mm em 24 horas — aliado a maré-cheia, que provocou inundações no bairro entre a noite de sexta-feira (8) e a madrugada deste sábado (9). Em alguns pontos, a água atingiu a marca de 3 metros de altura.
Segundo informações preliminares, a água subiu rapidamente no asilo, e o casal de idosos não teria conseguido subir para o segundo andar do imóvel. Segundo os bombeiros, a causa provável das mortes foi afogamento. Outros 25 idosos do asilo foram levados em segurança para o abrigo do bairro do Frade.

Foi necessária a utilização de barcos e cordas para o resgate de idosos, muitos deles acamados, assim como de crianças, obesos e animais de estimação.

Até o momento, existem 297 pessoas abrigadas na Escola Municipal José Luiz Ribeiro Reseck, no bairro do Frade. Elas recebem suporte das secretarias de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania, Saúde e Educação. Outras 15 pessoas estão abrigadas na E.M. Regina Célia, no Morro do Carmo. 

Equipes da prefeitura estão nas ruas com maquinário e trabalhadores para limpeza e desobstrução das vias, além de prestar apoio à população. 

Prefeitura recebe doações

A Prefeitura de Angra dos Reis recebe doações para as famílias desabrigadas. Água, itens de higiene pessoal, material de limpeza, roupas, lençóis e alimentos não perecíveis, além de ração para pets, podem ser entregues até as 17h na alameda Coronel Otávio Brasil, 253-B, Balneário (arquivo da prefeitura).

COMPARTILHE

Bombando em Brasil

1

Brasil

Desemprego volta a subir em janeiro e atinge 8,3 milhões de brasileiros

2

Brasil

Campanha de vacinação contra a gripe é antecipada e começará em março

3

Brasil

Entenda a diferença dos sintomas de dengue e de covid-19

4

Brasil

Imprensa nacional repercute disputa judicial em caso de prédio mais alto do que lei permite em João Pessoa

5

Brasil

Nova fase da Lesa Pátria identifica envolvidos em atos de 8 de janeiro