Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Economia

Com 84% de queda no faturamento e 1.500 desempregados, empresários de hospedagem e alimentação em João Pessoa pedem planejamento para reabertura

Segundo o Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP) a campanha publicitária vai expor a situação agravante pela qual passa o setor.

Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa faz campanha publicitária para expor situação agravante e planejamento para reabertura do setor (Foto: Reprodução)

Por

Com 84% de queda no faturamento e 1.500 desempregados, dados registrados com o isolamento provocado pela reação ao combate à covid-19, que já dura mais de dois meses na Paraíba, os empresários de hospedagem e alimentação em João Pessoa temem pela crise e pedem planejamento para reabertura com uma campanha que será lançada nos próximos dias. 

Segundo o Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP) a campanha publicitária vai expor a situação agravante pela qual passa o setor, assim como mostrará a importância de um planejamento para a reabertura dos estabelecimentos, que deve acontecer com planejamento e segurança. Tendo como motes os termos “Reabertura. É hora de planejar juntos” e “Reabertura. Com responsabilidade e segurança”, as peças já estão circulando em aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, e logo entrará nas redes sociais do sindicato. 

A campanha traz dados alarmantes do setor, como a queda no faturamento, que já chegou a 84% comparando o mês de janeiro a maio deste ano; o número de demissões (1.500 trabalhadores desempregados) e o percentual de hotéis fechados ou com ocupação zero, que corresponde a uma média de 88% na capital paraibana. O SEHA-JP projeta que com bares, restaurantes e hotéis fechados, a economia de João Pessoa entrará em crise. 

“Neste momento, a nossa intenção é discutir como poderemos reabrir o segmento, pois, diversas mudanças serão realizadas, inclusive na parte estrutural dos estabelecimentos. Nós precisamos nos preparar com antecedência para quando chegar o momento certo, que será analisado por meio de dados e junto ao poder público, já estarmos prontos para voltar a atender os clientes de forma segura”, avalia Graco Parente, presidente do SEHA-JP. 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Com altas de casos e mortes, Brasil chega a 6,5 milhões de casos de Covid-19

Deputado Osmar Terra tem alta do hospital após internação por Covid-19

Governo concede 18 áreas para exploração de petróleo em leilão pouco disputado

Veto à reeleição no Congresso foi incluído na Constituição de maneira explícita