Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Carnaval Rio de Janeiro

Desfiles do Rio começam neste domingo

Por

A espera de um ano pelos desfiles das escolas de samba do grupo Especial do Rio de Janeiro acaba neste domingo, dia 10. Às 21h, a recém-promovida Inocentes de Belford Roxo abre o Carnaval da Marquês de Sapucaí falando da Coreia do Sul. Depois, a festa tem uma sequência de agremiações tradicionais: Salgueiro, com sua "Fama"; a atual campeã Unidos da Tijuca, com uma viagem a Alemanha - com Thor; a União da Ilha e seu Poetinha Vinícius de Morais, o Rock in Rio da Mocidade; e, para fechar a primeira noite, a Portela falando do seu berço, Madureira, tendo como condutor Paulinho da Viola.

Saiba o que vem por aí:

Inocentes de Belford Roxo

A escola da Baixada Fluminense, de apenas 20 anos de fundação, foi a campeã do antigo Grupo de Acesso e abre o Carnaval do Rio com uma viagem à Coreia do Sul - no ano em que se completa os o cinquentenário da imigração coreana no Brasil. Com o enredo "As sete confluências do Rio Han", a Inocentes promete revelar uma Coreia do Sul moderna. A escola, campeã em 2012 em um resultado polêmico, vai, provavelmente, brigar para não cair.

Salgueiro

Uma das favoritas ao título deste ano, o Salgueiro terá a "Fama" como enredo. (Muito bem) Patrocinada pela revista de celebridades "Caras", a escola terá entre seus destaques algumas das personalidades que frequentam as páginas da publicação. A promessa é de um desfile grandioso e luxuoso, mas com um toque de humor, como o setor da escola que venderá partes do corpo humano. Até uma ilha o Salgueiro levará para a Sapucaí. Em 2012, o título escapou e a escola ficou com o vice. Neste ano, as chances de vencer são ainda maiores. Ainda mais com um polpudo patrocínio da ordem de R$ 3 milhões.

Unidos da Tijuca

No ano da Alemanha no Brasil, a atual campeã aposta no enredo "Desceu num raio, é trovoada! O deus Thor pede passagem para mostrar nessa viagem a Alemanha encantada". O tema é a cara de Paulo Barros e deixa espaço de sobra para o carnavalesco abusar das suas invenções. Bem diferente de 2012, quando, mesmo pouco à vontade, teve que desenvolver um enredo sobre Luiz Gonzaga. Ainda assim levou o título. Responsável por transformar os desfiles, não se espera menos que muita surpresa e mais inovação. Quem conhece o trabalho de Barros aposta que a Tijuca levará o Superman, Homem-Aranha, Hulk e demais super-heróis para fazer companhia a Thor. É favoritíssima ao título.

União da Ilha

Desde que voltou ao Especial, em 2010, a União da Ilha passou por sustos e até um incêndio. Com o tempo, a escola ganhou corpo, voltou a crescer e, com alguma sorte, pode até sonhar em voltar no sábado das campeãs - era uma das mais adiantadas nos trabalhos de barracão. E a Ilha (ou a União, como os insulanos chamam) vem com um enredo sobre Vinícius de Morais que remete ao jeitão irreverente que marcou a escola no passado. "Vinícius no Plural. Paixão, Poesia e Carnaval" vai homenagear o Poetinha no seu centenário, e deve exaltar a obra do compositor abusando de referências religiosas (do candomblé) e ao perfil boêmio do biografado. Tudo a ver com Carnaval. 

Mocidade

A verde e branco de Padre Miguel pega na guitarra em 2013 para falar sobre o Rock in Rio. Patrocinada pelos organizadores do festival, a escola causou alguma polêmica com a escolha do tema, mas tem chance de voltar no sábado das campeãs. A promessa é mesmo unir rock ao samba, numa mistura inusitada pouco explorada no Carnaval. A proposta é contar a história do festival, desde a primeira edição até a fase internacional. Muitos roqueiros famosos devem cair no samba - ou pelo menos desfilar. Neymar, quem não é do samba, nem do rock, desfilaria, mas desistiu em cima da hora, segundo versão da escola, por não poder levar seus 12 amigos no carro que simbolizaria o Maracanã - uma exigência digna dos astros do rock do festival. O craque rebateu e negou que havia confirmado presença.

Portela

Dona do melhor samba do ano, a Portela vai contar a história de Madureira, que completa 400 anos, tendo como mestre cerimônias Paulinho da Viola, que fez 70, e justamente no seu 90º aniversário. Ou seja, a escola deve vir bem à vontade e com autoridade de sobra para fechar a primeira noite de desfile. Promete emocionar e sacudir uma apaixonada torcida, com um samba que é um dos trunfos da escola. Por tudo isso, o desfile é um dos mais esperados deste ano. O ano foi conturbado, mas os portelenses garantem que já está tudo resolvido e que o jejum de títulos acaba em 2013.A última conquista foi em 1980. O Mercadão de Madureira e o clube que leva o nome do bairro são alguns dos protagonistas, fora os bailes blacks, o jongo e a própria escola. Bem musical, bem Madureira.

 
 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Dono de bar vende veneno em vez de bebida, e dois clientes morrem no Ceará

'É frustrante ver que não estão se cuidando', diz médica cujo desabafo sobre trabalho na pandemia viralizou nas redes

Para Ciro, aliança entre centro-esquerda e centro-direita é necessária para derrotar Bolsonaro em 2022

Óleo combustível fica mais caro que diesel e afeta cabotagem