Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

Em reunião com líderes de partidos, Lira se compromete a deixar reforma eleitoral para agosto

Os líderes partidários se mostram contrários à mudança do sistema proporcional para o distritão, mas veem apoio à medida nas bancadas de deputados.

Hoje, vereadores e deputados — estaduais e federais — são eleitos pelo sistema proporcional. (Foto: Reprodução)

Por

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) — Em reunião com presidentes de partidos nesta terça-feira (6), o presidente da Câmara Artur Lira (PP-AL) se comprometeu a pautar só em agosto a votação da reforma eleitoral na Casa.

Os líderes partidários se mostram contrários à mudança do sistema proporcional para o distritão, mas veem apoio à medida nas bancadas de deputados.

Hoje, vereadores e deputados — estaduais e federais — são eleitos pelo sistema proporcional. Os assentos nas Casas Legislativas são distribuídos de acordo com a votação total dos candidatos e do partido (voto na legenda). Os votos excedentes dos mais votados ajudam a puxar candidatos com menos votos.

No distritão, como sugere o nome, cada estado, por exemplo, vira um distrito. As cadeiras que cada estado tem na Câmara, por exemplo, viriam a ser preenchidas pelos mais votados. Em São Paulo, seriam eleitos deputados os 70 mais bem votados.

Ao empurrar a decisão sobre a reforma eleitoral para agosto, os presidentes de partidos vão ganhar tempo para dificultar a aprovação da mudança na Câmara. Com isso, eles ainda diminuem o prazo para que o Senado aprove a medida a tempo de afetar as eleições de 2022.

O Congresso tem até o início de outubro para aprovar as mudanças para que elas sejam válidas já na próxima disputa.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

DJ Ivis tem liberdade concedida pela Justiça cearense após ser preso por agressão à ex-mulher Pamella Holanda

Filiação de Moro ao Podemos é marcada para 10 de novembro

Governo deve se reunir com caminhoneiros na próxima semana

Guedes diz que ala política fez pescaria e sondou colocar Mansueto no seu lugar