Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Em São Paulo

Empresário insulta PM e acaba preso: "Ganha R$ 1 mil por mês. Eu ganho R$ 300 mil"

Polícia Militar foi a área luxuosa de SP após ocorrência de violência contra mulher: "Aqui é Alphaville, mano". O homem foi preso.

"Você não me conhece. Você pode ser macho na periferia, mas aqui você é um b*sta. Aqui é Alphaville, mano”, disse Storel a um policial militar que tentava se aproximar. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Por

O empresário Ivan Storel, de 49 anos, foi preso nessa sexta-feira (29), no Condomínio Alphaville, bairro nobre localizado em Santana do Parnaíba, em São Paulo, após agredir verbalmente e ameaçar a esposa. A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no local, os soldados foram desacatados e também sofreram ameaças do homem.

As informações são do site Ponte.

Veja:

“Você é um b*sta. É um m*rda de um PM que ganha R$ 1 mil por mês, eu ganho R$ 300 mil por mês. Quero que você se foda, seu lixo do caralho. Você não me conhece. Você pode ser macho na periferia, mas aqui você é um b*sta. Aqui é Alphaville, mano”, disse Storel a um policial militar que tentava se aproximar. O empresário se recusava a conversar com o agente.

De acordo com a PM, a própria esposa do empresário acionou a corporação após uma briga entre o casal.

"Não pisa na minha calçada, não pisa na minha rua. Eu vou te chutar na cara, filho da p*ta", berrava o empresário.

O PM solicitou reforço ao Comando de Grupo Patrulha, que, ao chegar no condomínio, prendeu Storel. Ele foi conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher.

No local, o caso foi registrado como desacato, desobediência, ameaça, injúria e violência doméstica. O empresário foi liberado para voltar para casa.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Polícia Militar prende homem por perturbar sossego e incomodar vizinhança com som alto em Mamanguape

Fundador da rede Ricardo Eletro é solto após prestar depoimento em MG

Toffoli obriga Lava Jato a compartilhar todos os dados com a PGR

Paraibano apontado como líder do 'gabinete do ódio' de Bolsonaro é banido do Facebook sob acusação de espalhar notícias falsas