Celebração

Ex-lutador Popó comemora prisão de Antônio Neto e Fabrícia Ais na Argentina: “melhor presente de 2024”

O Ex-lutador de boxe Acelino Popó comemorou a prisão do casal da Braiscompany Antônio Neto e Fabrícia Ais na Argentina.

Ex-lutador Popó comemora prisão de Antônio Neto e Fabrícia Ais na Argentina: "melhor presente de 2024"

O Ex-lutador de boxe Acelino Popó comemorou a prisão do casal da Braiscompany Antônio Neto e Fabrícia Ais na Argentina. Como divulgado pelo ClickPB, os foragidos da justiça foram presos pela Interpol nesta quinta-feira (29) no município de Escobar, localizado na Grande Buenos Aires, capital da Argentina. O casal era considerado foragido da justiça há 1 ano.

Conforme verificou o ClickPB, o ex-lutador de boxe Acelino Popó usou as redes sociais para comemorar a prisão do casal Braiscompany. “Melhor presente de 2024”. Popó foi uma das milhares de vítimas de Antônio Neto e Fabrícia Ais e sua esposa acusado de pirâmide financeira e crimes contra sistema financeiro estimados em mais de R$ 1 bilhão.

Ex-lutador de boxe Popó revela que perdeu mais de R$ 1 milhão em golpe da Braiscompany

Como relevado pelo ClickPB, Acelino Popó investiu cerca de R$ 1,2 milhão na Braiscompany, acreditando na promessa de um retorno mensal entre 10% e 30%, o que não concretizou. O ex-campeão de boxe acabou caindo no golpe da pirâmide financeira em moedas virtuais, se juntando a outras milhares de vítimas.

“Fui muito otário, besta e infantil. Não existe um rendimento de 8% por cento, em qualquer lugar do mundo. Esse cara ganhou muita gente por nocaute. Muita gente tá passando por dificuldade”, desabafou Popó.

Antônio Neto e Fabrícia Ais são presos na Argentina, após mais de um ano foragidos

Antônio Neto Ais, da empresa de criptomoedas Braiscompany, foi preso nesta quinta-feira (29) na Argentina. Conforme apurou o ClickPB, além de Antônio Neto, a esposa dele, Fabrícia Ais, também foi presa pela Polícia Internacional (Interpol).

A informação foi confirmada ao ClickPB pela Polícia Federal às 22h30. Antônio Neto e Fabrícia, o ‘casal Braiscompany’, estavam foragidos há pouco mais de um ano.

No dia 24 de fevereiro de 2023, como trouxe o ClickPB,  o juiz Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara da Justiça Federal em Campina Grande, decretou a prisão preventiva do casal.

O decreto veio após o delegado responsável pela operação Halving solicitar a ação, para que os nomes de Antônio Neto e Fabrícia pudessem ser incluídos na difusão vermelha da Interpol.

Leia também:

VEJA FOTOS: condomínio de luxo onde ‘casal Braiscompany’ se escondia tem campo de golfe, quadras de tênis e ‘clube familiar’

BRAISCOMPANY: Antônio Neto e Fabrícia Ais são presos na Argentina, após mais de um ano foragidos

Donos da Braiscompany estavam sendo vigiados em condomínio de luxo há mais de uma semana pela Interpol

Advogado considerado “caçador” de Antônio Ais, da Braiscompany, quer comemorar prisão em cima de trio elétrico

 

 

COMPARTILHE

Bombando em Brasil

1

Brasil

‘Inflação do churrasco’: Cerveja fica mais cara e pesa no bolso do brasileiro

2

Brasil

Embaixador de Israel diz estar desapontado por Brasil não “condenar” ataque do Irã a Israel

3

Brasil

Policial militar é encontrado morto dentro de mala de carro no Rio de Janeiro

4

Brasil

Escritora faz primeiro post após ataque de pitbulls e diz que está bem

5

Brasil

Avô é preso suspeito de estuprar neta para ‘curá-la’ de sua orientação sexual em Minas Gerais