Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

Exame de DNA confirma que tio estuprou e engravidou menina de 10 anos no ES

Homem é réu pelo crime e está preso desde 18 de agosto. Gestação foi interrompida com autorização da Justiça.

Tio suspeito de estuprar sobrinha no ES — (Foto: Ari Melo/TV Gazeta)

Por

Um exame de DNA confirmou que o tio de 33 anos estuprou e engravidou a sobrinha de 10 anos em São Mateus, no Espírito Santo. A gestação da menina foi interrompida com autorização da Justiça.

O resultado, obtido com exclusividade pela Rede Gazeta, revelou que o DNA do acusado e do feto são compatíveis. A análise ficou pronta na última terça-feira (25) e foi enviada ao Ministério Público.

O homem é réu pelo crime e está preso desde 18 de agosto. Se condenado, a pena pode chegar a 15 anos de prisão.

O G1 não conseguiu contato com a defesa do preso.

Aborto em Pernambuco

A vítima é do interior do Espírito Santo, mas precisou viajar até Recife, em Pernambuco, para interromper a gestação.

LEIA MAIS: 'Claro que tava gostando', diz padre sobre criança de 10 anos vítima de estupro no Espírito Santo

Com a repercussão do caso e após ter dados pessoas expostos na internet, a família da menina aceitou participar do Programa de Apoio e Proteção às Testemunhas, Vítimas e Familiares de Vítimas da Violência (Provita), oferecido pelo Governo do Espírito Santo, e que prevê apoio como mudança de identidade e de endereço.

Prisão

O tio da menina foi preso em Betim, em Minas Gerais. Depois da prisão, ele foi ouvido pela polícia, mas o teor do depoimento não foi divulgado.

"Informalmente", segundo o delegado que investiga o caso, ele confessou o abuso aos policiais que fizeram a prisão.

Vazamento de dados

O vazamento e a divulgação de dados da criança são investigados pelos ministérios públicos Federal e Estadual.

O Ministério Público do Espírito Santo (MPES) entrou com ações contra a extremista Sara Winter e um morador de São Mateus que, segundo o órgão, teve acesso de forma ilegal e divulgou detalhes do caso.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Explosão em hotel deixa duas pessoas feridas em Florianópolis

Mega-Sena acumula e próximo prêmio deve pagar R$ 45 milhões

Lua de Sangue triplamente especial será visível hoje de todo o Brasil

Pré-candidatos podem iniciar vaquinha virtual a partir de hoje