Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

General Sydrião, chefe do Centro de Inteligência do Exército, morre de Covid-19 em Brasília

Militar participou de missão de apoio ao Líbano liderada pelo ex-presidente Michel Temer, em agosto. Ele estava internado no Hospital das Forças Armadas.

General de brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira — (Foto: Eduardo Maia/Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte)

Por

Morreu, nesta terça-feira (8), o chefe do Centro do Inteligência do Exército (CIE), general de brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira, de 53 anos. Ele estava no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. Fontes do Ministério da Defesa confirmaram à reportagem que a causa da morte foi a Covid-19.

Natural de Fortaleza, no Ceará, ele foi nomeado para a chefia do CIE em julho de 2019. No mês passado, representou o Exército na delegação, liderada pelo ex-presidente Michel Temer, que foi ao Líbano e missão de apoio depois que uma explosão deixou quase 200 vítimas, mais de 6 mil feridos e cerca de 300 mil desabrigados.

Acionado pela reportagem, o Exército Brasileiro confirmou o óbito do militar e se limitou a dizer que "o corpo será cremado em cerimônia restrita aos familiares".

O Batalhão de Polícia do Exército de Brasília publicou nota de pesar afirmando que o general deixa mulher e três filhos, e "um grande legado de amor, amizade, camaradagem e profissionalismo" (veja íntegra abaixo):

"O Batalhão de Polícia do Exército de Brasília, com muito pesar, lamenta informar o falecimento do General de Brigada CARLOS AUGUSTO FECURY SYDRIÃO FERREIRA, nosso ETERNO COMANDANTE, ocorrido na manhã do dia 08 de setembro de 2020, em Brasília.

Atualmente ele ocupava o cargo de Chefe do Centro de Inteligência do Exército e comandou o BPEB no período de 2011 a 2013.

Os integrantes do Batalhão Brasília prestam sua continência ao General SYDRIÃO e se solidarizam com os amigos e familiares deste oficial.

O Gen Sydrião deixa esposa e três filhos e um grande legado de amor, amizade, camaradagem e profissionalismo.

'UMA VEZ PE, SEMPRE PE'''

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Dono de bar vende veneno em vez de bebida, e dois clientes morrem no Ceará

'É frustrante ver que não estão se cuidando', diz médica cujo desabafo sobre trabalho na pandemia viralizou nas redes

Para Ciro, aliança entre centro-esquerda e centro-direita é necessária para derrotar Bolsonaro em 2022

Óleo combustível fica mais caro que diesel e afeta cabotagem