Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Nordeste

Governador do Maranhão anuncia reabertura gradual de setores não essenciais e projeta data para volta das escolas

Liberações de instituições de ensino serão escaladas iniciando pelas graduações e pós-graduações até chegarem as unidades de ensino infantil.

Flávio Dino, governador do Maranhão (Foto: TV Mirante)

Por

Em entrevista coletiva realizada pela internet na manhã desta sexta-feira (29), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), divulgou novas medidas dentro do contexto do novo coronavírus no estado. Dino informou que divulgará decreto nas próximas horas com protocolos de reabertura gradual de diversos setores considerados não essenciais. O governador projetou ainda a volta das instituições de ensino a partir do próximo mês.

A reabertura dos setores não essenciais terão processo iniciado a partir desta segunda-feira (1). Cada setor terá um protocolo específico para funcionamento, assim com datas distintas. Dino adiantou que academias, práticas esportivas profissionais e shoppings seguem vetados.

Flávio Dino divulgou ainda que a projeção para abertura de instituições de ensino é para o dia 15 de junho. De acordo com o governador existirão liberações escaladas que começarão pelas graduações e pós-graduações até chegarem as unidades de ensino infantil.

As instituições deverão também seguir com parte da carga horária não presenciais. Medidas de diminuição de encontro de turmas também deverão ser realizadas. A intenção do governo é seguir com esse protocolo pelo menos até agosto.

O Maranhão teve 24 mortes confirmadas nas últimas 24h por conta da Covid-19 e segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o município com mais ocorrências foi Imperatriz. O boletim divulgado na noite desta quinta-feira (28) revela 30.482 casos confirmados, 911 óbitos e 8.064 curados da doença no estado.

As mortes foram em Imperatriz (7), São Luís (2), São Bernardo (2), São Mateus (2), Pinheiro (2), Bequimão (2), Cantanhede, Lago da Pedra, Amarante, Paço do Lumiar, Bom Jardim, Luís Domingues e Axixá.

O boletim epidemiológico da SES confirma que 211 dos 217 municípios maranhenses tem casos confirmados da Covid-19.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Dono de bar vende veneno em vez de bebida, e dois clientes morrem no Ceará

'É frustrante ver que não estão se cuidando', diz médica cujo desabafo sobre trabalho na pandemia viralizou nas redes

Para Ciro, aliança entre centro-esquerda e centro-direita é necessária para derrotar Bolsonaro em 2022

Óleo combustível fica mais caro que diesel e afeta cabotagem