Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Brasil

Heineken tira R$ 4,5 milhões do marketing do Rock in Rio para ajudar no combate à Covid-19

A ação vai ser feita em parceria com o BNDES, que promete colocar uma doação com o mesmo valor para a causa.

Segundo a cervejaria, o dinheiro será usado para instalar quatro usinas de oxigênio e fornecer equipamentos para 40 hospitais filantrópicos. (Foto: Reprodução)

Por

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — A Heineken vai tirar R$ 4,5 milhões do orçamento de marketing que seria direcionado ao Rock in Rio de 2021 para investir nos esforços de combate ao coronavírus.

A ação vai ser feita em parceria com o BNDES, que promete colocar uma doação com o mesmo valor para a causa.

Segundo a cervejaria, o dinheiro será usado para instalar quatro usinas de oxigênio e fornecer equipamentos para 40 hospitais filantrópicos.

A participação do BNDES acontece por meio do projeto "Salvando Vidas", em que o banco se compromete a dobrar valores destinados ao apoio à linha de frente do enfrentamento à Covid-19.

A nona edição do Rock in Rio aconteceria em setembro e outubro deste ano, mas foi adiada para 2022 por causa do agravamento da pandemia.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

STF acaba com ditadura nos partidos e estabelece que dirigentes devem alternar poder através de eleições periódicas

Carro explode em posto de gasolina em São Pedro da Aldeia e deixa dois homens em estado grave

Mendonça leva ao plenário do STF ações contra emenda que criou benefícios em ano eleitoral

Ex-ministro do STF Marco Aurélio Mello diz que votará em Bolsonaro num eventual segundo turno contra Lula