Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Brasil

Editoria sobre Brasil ir para editoria →

Veja vídeo

Homem arranca seringa de vacinadora e aplica vacina no próprio braço por 'medo de não ser imunizado'

A Prefeitura de Eusébio considerou o ato "inadequado, imprudente, perigoso" e alertou para o risco de acidentes em casos assim, como uma eventual quebra da agulha.

Depois de aplicar o imunizante no próprio braço, o homem devolve a seringa para a enfermeira e vai embora, deixando a equipe surpresa. (Foto: Reprodução)

Por

Um homem que estava prestes a ser vacinado contra a Covid-19 tomou a seringa com o imunizante das mãos da vacinadora e aplicou no próprio braço. O caso aconteceu neste sábado (3) na cidade de Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, e foi registrado em vídeo por um colega que acompanhava o homem. A prefeitura da cidade alerta para os perigos desse tipo de atitude.

O vídeo mostra o homem conversando com profissionais da saúde, já posicionado para receber o imunizante. A auxiliar de enfermagem, ergue o braço e mostra ao homem a seringa preparada. É quando ele toma o imunizante das mãos dela, aponta para a câmera do colega que estava filmando e, logo em seguida, de forma brusca, aplica a vacinação no próprio braço. A enfermeira ainda tenta pegar a seringa de volta, mas o homem foi mais rápido que ela.

Depois de aplicar o imunizante no próprio braço, o homem devolve a seringa para a enfermeira e vai embora, deixando a equipe surpresa.

Medo de não ser imunizado

Um familiar que prefere não ser identificado explicou que o homem teve a atitude por medo de algum tipo de fraude e que ele não brincou ao aplicar o imunizante no próprio braço. Segundo a familiar, o homem não tomou a seringa das mãos da enfermeira com o intuito de desmoralizar os profissionais que estavam no local.

A vacinação segue critérios técnicos e a aplicação é feita por profissional habilitado. Toda pessoa pode, no ato da imunização, checar qual vacina será aplicada, e se há líquido na seringa, por meio dos procedimentos padrões adotados pelos vacinadores, que são subordinados a órgãos de saúde.

"Repercutiu de uma maneira que a gente não esperava, não foi uma brincadeira. Ele teve uma atitude por tanta coisa que a gente assiste na televisão, de pessoas que não sabem vacinar, de pessoas que fingem vacinar e não vacinam, e enfim, vacina vencida, vacina que vai para o lixo, e realmente foi uma atitude que ele tomou, que não foi uma brincadeira jamais para desmoralizar nenhum funcionário, nada disso", disse a familiar.

Ato foi perigoso e imprudente, diz prefeitura

Em nota, Prefeitura de Eusébio afirmou considerar o ato "inadequado, imprudente, perigoso e ainda desrespeitoso para com a vacinadora, profissional apta para realizar a aplicação da vacina".

A prefeitura também lamentou a atitude, que considera como "reprovável" por ter exposto o próprio homem a risco de acidente. "Por exemplo, poderia ter havido ruptura (o que não houve) da agulha no braço do mesmo", disse, em nota.

A ocorrência será notificada como incidente de vacinação à coordenação estadual de imunização. "Estaremos mais atentos para coibir e evitar incidentes outros semelhantes a este, que como dito é reprovável", finaliza a nota.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Governo passa a exigir quarentena de cinco dias para viajantes não vacinados que chegarem por via aérea

Fragmento de mariposa é a causa das lesões de pele que provocam coceira em Pernambuco

Polícia Militar mata oito suspeitos de integrar quadrilha de novo cangaço

Pelé é internado para continuar tratamento de tumor do cólon em São Paulo